Bibliografia Brasileira sobre o Império Romano.
Nesta área você encontra uma bibliografia sobre o Império Romano publicada por historiadores brasileiros a partir de 2001. Trata-se de uma listagem em permanente construção. Clique sobre os títulos destacados para visualizar texto completo, resumo ou indicação para aquisição em outros sites. Clique nos nomes dos autores para acessar os curricula Lattes. Atualizada em 08 de maio de 2012.

ALENCAR, Rosane Dias de. A Construção da Imagem do Governante: Uma Análise das Representações do Imperador Constantino (306-337 d.C). (Mestrado em História). Goiás: UFG. 2007.

ALENCAR, Rosane Dias de. Memória. In: Fábio de Souza Lessa; Regina Maria Bustamante. (Org.). Memória e Festa. 1 ed. Rio de Janeiro: Mauad. v. 1, p. 13-636. 2005.

ANTIQUEIRA, Moisés. Existiu um edito de Galieno?. Antiguidade Clássica (Apucarama), v. 7, p. 121-139,. 2011.

ANTIQUEIRA, Moisés. Aurélio Vítor e o quinquennium Neronis. História Unisinos, v. 15, p. 437-445,. 2011.

ANTIQUEIRA, Moisés. Tito Lívio e a lógica dos corpos. Ou por que assassinar Lúcio Sício e sacrificar Virgínia?. Revista de História (USP), v. 161, p. 339-366. 2009.

ANTIQUEIRA, Moisés . O historiador e o orador: a inserção de Tucídides nos tratados retóricos ciceronianos. Diálogos (Maringá), v. 13, p. 97-118. 2009.

ANTIQUEIRA, Moisés. . Fabula, monumentum e a fundação de Roma no prefácio de Tito Lívio (6-9). Esboços (UFSC), v. 16, p. 151-162. 2009.

ANTIQUEIRA, Moisés . O escudo da virtude e a ideologia do Principado augustano. Fênix (Uberlândia), v. 5, p. VI. 2008.

 ANTIQUEIRA, Moisés . Pátrio poder e poder estatal na Roma das XII Tábuas. Justiça & História (Impresso), v. 7, p. 153-174. 2007.

ANTIQUEIRA, Moisés . A Codificação do Direito Romano: algumas reflexões acerca das XII Tábuas. Ensaios de História (Franca), Franca/SP, v. 8, p. 25-36. 2003.

ARANTES JUNIOR, Edson . Os usos da imagem de Hércules: mito, memória e identidade no mundo romano. Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 53-66,. 2011.

 ARANTES JUNIOR, Edson ; GONCALVES, A. T. M. . Regimes de memória nas obras de Luciano de samósata: O mito de Héracles. Stylos (Buenos Aires), v. 18, p. 37-62. 2009.

ARANTES JUNIOR, Edson ; GONCALVES, A. T. M. . Escrevendo à margem do Império: Luciano de Samósata e a imagem do Héracles/Ogmio. Revista de História (UFES), v. 22, p. 123-135. 2009.

ARANTES JÚNIOR, Edson. Diálogo dos mortos sobre os vivos: uma crítica luciânica a cerimônia de apoteose do Imperador Romano.Revista on-line Mosaico, v. 1, p. 261-268. 2008.

ARANTES JUNIOR, Edson . Morte, retórica e memória em Luciano de Samósata. Ensaios de História (Franca), Franca-SP, v. 9, p. 65-75. 2004.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de.O Asno de Ouro: uma metáfora da escravidão. Phoinix (UFRJ), v. 12, p. 257-278. 2006.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de. As Guerras Servis da Sicília. Politéia (UESB), v. 10, p. 59-76,. 2010.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de (Org.) ; BELTRAO, C. (Org.) ; JOLY, F. D. (Org.) . Intelectuais, Poder e Política na Roma Antiga. Rio de Janeiro: Nau, FAPERJ,. 2010.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de. Vidas Paralelas de Plutarco: em História do Mundo para Crianças de Monteiro Lobato. In: VERGARA, Fábio Cerquira ; SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. (Org.). Ensaios sobre Plutarco: leituras latino-americanas. Pelotas: Editora da UFPel, 2010, v. , p. 231-263. 2010.

 ARAUJO, Sônia Regina Rebel de . Imaginário e Narrativas: A História Dialoga com a Literatura no Mundo Antigo. In: Fabio de Souza Lessa; Regina M. da Cunha Bustamante. (Org.). Dialogando com Clio. Rio de Janeiro: Mauad X. v. , p. 123-140.. 2009.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de.Politeísmo no Asno de Ouro de Apuleio. Cadernos do Ceia, v. 1, p. 166-175. 2008.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de. A Denúncia da Traição: Plutarco, Dante e Shakespeare e o Assassinato de Júlio César. Phoinix (UFRJ), v. 14, p. 356-371. 2008.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de. Entre Religio Et Superstitio: uma das leituras possíveis de O Asno de Ouro Apuleio de Madaura. Phoinix (UFRJ), v. 13, p. 314-333. 2007.

 ARAUJO, Sonia Regina Rebel de ; CARDOSO, Ciro Flamarion Santana. A Sociedade Romana do Alto Império. In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano: perspectiva sócioeconômica, política e ciltural. 1 ed. Rio de Janeiro; Vitória: Mauad; EDUFES.v. , p. 85-107. 2006.

 ARAUJO, Sônia Regina Rebel de. Discurso como ação política na República Romana: a propósito da conjuração de Catilina. Phoinix (UFRJ), v. 11, p. 268-281. 2005.

ARAUJO, Sônia Regina Rebel de. A Memória da Conjuração de Catilina em Salústio e Plutarco. In: Fábio de Souza Lessa; Regina Maria Da Cunha Bustamante. (Org.). Memória e Festa. 1 ed. Rio de Janeiro: Mauad, v. , p. 511-517. 2005.

BAPTISTA, Natan Henrique T. . Defixionum tabellae e relações de poder: práticas e leituras do cotidiano urbano Romano [Séc. III-V]. In: LEITE, L. R.; CASER, M. M.; SODRÉ, P. R.; COSER, S.. (Org.). Leitor, leitora: Literatura, Recepção, Gênero.. 1 ed. Vitória, ES: PPGL; EdUfes, v. , p. 231-238. 2011.

BARBOSA, Renata Cerqueira. Em Busca da Imortalidade: Algumas Reflexões sobre a Biografia e a História. Revista Eletrônica Antiguidade Clássica, v. 2, p. 60-68. 2008.

BARBOSA, Renata CerqueiraGênero e Antiguidade: representações e discursos. In___História Revista: Revista do departamento de História e do Programa de Pós- Graduação em História. Universidade Federal de Goiás. V. 12. n.2. 2007.

BARBOSA, Renata Cerqueira. Ovídio na Inglaterra Vitoriana: Literatura e Influências. In: ROSSI, Andrea L. D. O. C. (Org.). Migrações e Imigrações entre Saberes, Culturas e Religiões no Mundo Antigo e Medieval. São Paulo, FCL - Assis - UNESP - Publicações. Assis: UNESP, 2009, v. , p. 245-260. 2009.

BARBOSA, Renata Cerqueira. A mulher na Roma Clássica: representações e interpretações. In: Enezila de Lima; José Miguel Arias Neto; Marta de Almeida.. (Org.). Violência e Direitos: 500 anos de lutas; Anais do VII Encontro Regional de História. Curitiba: Aos Quatro Ventos, v. , p. 133-140. 2001.

BELCHIOR, Ygor Klain. UMA ANÁLISE DOS ESTUDOS CRÍTICOS SOBRE TÁCITO EM PORTUGAL NO SÉCULO XIX. Politéia (UESB), v. 10, p. 187-202, . 2011.

BELCHIOR, Ygor Klain. Ordem Imperial e fronteiras, sob Nero, nos Anais de Tácito. Temporalidades, v. 3, p. 127-144. 2011.

BELCHIOR, Ygor Klain . Resenha do livro: OMENA, Luciane Munhoz de. Pequenos poderes na Roma Imperial: os setores subalternos na ótica de Sêneca. Vitória: Flor & Cultura, 2009.codex, v. 2, p. 137-143. 2010.

BELCHIOR, Ygor Klain. Patronato e Governo Imperial, sob Nero, nos Anais, de Tácito. (Graduação em História). Mariana: UFOP. 2009.

BELCHIOR, Ygor Klain. A história como um romance? Uma discussão da contribuição teórica da vertente pós- modernista para os estudos sobre a historiografia Taciteana. Revista Ágora (Vitória), v. 7, p. 1-22. 2011.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Exclusão na arena: damnatio ad bestias. Revista de História (UFES), v. 22, p. 105-123. 2009.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha . "Ressignificando o lixo": análise de um mosaico de "asarôtos oïkos" da África Romana. História (UNESP. Impresso) (Cessou em 2004), v. 15, p. 99-113. 2009.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Pugilato na África Romana: análise de um discurso musivo. Phoinix (UFRJ), v. 14, p. 329-355. 2008.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. "Faze-me lembrar, ó Musa...": leituras do mosaico "Virgílio e as Musas". Phoinix (UFRJ), v. 13, p. 292-313. 2007.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. "O leão está de olho": um estudo de caso de um mosaico da África Proconsular. Fênix (Uberlândia), v. 4, p. 1-21. 2007.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Ludi circenses: comparando textos escritos e imagético. Phoinix (UFRJ), v. 11, p. 221-245. 2005.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Espaços e práticas cultuais em Hippo Regius: estratégias e táticas. Phoinix (UFRJ), v. 10, p. 275-305. 2004.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Representações visuais das mulheres nos mosaicos norte-africanos: isotopia e gênero. Phoînix, Rio de Janeiro, v. 9, p. 316-352. 2003.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Em torno da mesa da elite na Roma Antiga. Estudos Ibero-americanos, v. 29, p. 7-22. 2003.

BUSTAMANTE, Regina Maria da Cunha. Representação do espaço rural em dois mosaicos: Laberii e Dominus Iulius. Phoînix, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 328-358. 2002.

CABECEIRAS, Manuel Rolph. Mutação do imaginário políade nas orações fúnebres em Tucídides e Hipérides. In: TACLA, Adriene Baron; MENDES, Norma Musco; CARDOSO, Ciro Flamarion; LIMA, Alexandre Carneiro C.. (Org.). Uma trajetória na Grécia antiga, homenagem à Neyde Theml. 1 ed. Rio de Janeiro, RJ: Apicuri,  v. , p. 159-170. 2011.

CABECEIRAS, Manuel Rolph (Org.) ; ALVAREZ, Beethoven Barreto (Org.) ; DRUMOND, Greice (Org.) . XII Jornada de Estudos da Antiguidade: Viagens, Navegantes e Imaginário. Niterói, RJ: CEIA-UFF. 2010.

CABECEIRAS, Manuel Rolph (Org.). XI Jornada de Estudos da Antiguidade: Imagens da Antiguidade. Niterói, RJ: CEIA-UFF, 76 p

. 2009.

CABECEIRAS, Manuel Rolph (Org.) ; LIMA, Alexandre Carneiro Cerqueira (Org.) . X Jornada de Estudos da Antiguidade: Festivais, Cultura e Poder. Niterói, RJ: CEIA-UFF, 63 p. 2008.

CABECEIRAS, Manuel Rolph. Conflito de Bordados: a Restauração Augustana e o Mito de Aracne na Poesia de Ovídio. Politéia (UESB), v. 7, p. 59-70. 2007.

CABECEIRAS, Manuel Rolph de Viveiros. As Metamorphoses de Ovídio e as lutas de representação na Roma Antiga. In: Neyde Theml (org.) Linguagens e Formas de Poder na Antigüidade. Rio de Janeiro: Faperj/Mauad, p. 83-118. 2002.

CAMPOS, Ludimila Caliman. O poder polarizado: o mestre da fé apostólica na ekklesia "ortodoxa" a partir do Contra as Heresias de Ireneu de Lião. Plêthos, v. II, p. 1. 2012.

CAMPOS, Ludimila Caliman. A História literário-documental das cartas do bispo Inácio de Antioquia (século II).. Revista Saberes. Letras (Vitória), v. 2, p. 137-150. 2011.

CAMPOS, Ludimila Caliman. A autoridade legitimada: o presidente da eucaristia na ekklesia católica a partir dos relatos de Inácio de Antioquia. História e-História, v. 11, p. 1-20. 2011.

CAMPOS, Ludimila Caliman.  Unidade na spanersidade: diálogos e estranhamentos nos cristianismos do Oriente e do Ocidente (séc. II d. C.). In: Gilvan Ventura da Silva; Belchior Monteiro. (Org.). Identidade e fronteiras religiosas no Alto Império Romano. Vitória: NPIH Publicações. 2011.

CAMPOS, Ludimila Caliman. Unidade na spanersidade: diálogos e estranhamentos nos cristianismos do Oriente e do Ocidente (séc. II d. C.). In: Gilvan Ventura da Silva; Belchior Monteiro. (Org.). Identidade e fronteiras religiosas no Alto Império Romano. Vitória: NPIH Publicações, 2011, v. , p.. 2011.

CAMPOS, Ludimila Caliman. Como ministros de Cristo: do desenvolvimento do diakoníai à origem do epískopos. Revista Gaia, v. 6, p. 41-59. 2010.

CAMPOS, Natalia Ferreira . Questões sobre a philia, a amicitia e o olhar pós-moderno. História e-História, v. 1, p. 1. 2007.

 CAMPOS, Natalia Ferreira . A Amicitia na obra de Plutarco - Vidas Paralelas, Vida de Mário. História e-História, v. 1, p. 1. 2005.

CAMPOS, Rafael da Costa. A Formação educacional do orador e a retórica como seu instrumento de ação no principado. Fênix (Uberlândia), v. 5, p. 1. 2008.

CAMPOS, Rafael da Costa . A passagem de Augusto e a ascensão política de Tibério César: a transmissão do poder em Veléio Patérculo. Antiguidade Clássica (Apucarama), v. 6, p. 91-106. 2011.

CAMPOS, Rafael da Costa . A caracterização de Tibério César Augusto como personagem política nos Anais de Tácito. Mare Nostrum, v. 01, p. 11-25. 2010.

CAMPOS, Rafael da Costa. Diálogo dos oradores: um debate sobre as tranformações da oratória enquanto instrumento político em Tácito.Revista Chrônidas, v. 1, p.48-59. 2009.

CAMPOS, Rafael da Costa . Diálogo dos Oradores: considerações sobre a transformação da função política do orador em Roma. In: Rafael da Costa Campos; José João Neves Barbosa Vicente. (Org.). A História escrita: possibilidades de construção da pesquisa historiográfica. 1 ed. Goiânia: Editora Vieira, p. 85-98. 2009.

CAMPOS, Rafael da Costa ; GONCALVES, Ana Teresa Marques. A construção de uma imagem política: aspectos da administração imperial de Tibério nos Anais de Tácito. Ágora (Aveiro), v. 11, p. 129-158. 2009.

CAMPOS, Rafael da Costa . Considerações sobre a Representação do Imperador Tibério César Augusto nos Anais de Tácito. Gaia (Rio de Janeiro), v. 1, p. 1-16. 2008.

CAMPOS, Rafael da Costa . Sobre a representação de Tibério Augusto em Tácito. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 85, p. 85. 2008.

CAMPOS, Rafael da Costa . Os escravos na Antiguidade. In___História Revista: Revista do departamento de História e do Programa de Pós- Graduação em História. Universidade Federal de Goiás. V. 12. n.2. 2008.

CARDOSO, Ciro Flamarion Santana. Existiu uma "economia romana" ?. Phoinix (UFRJ), v. 17, p. 15-36,. 2011.

CARDOSO, Ciro Flamarion Santana . O amor nos romances gregos de época romana. Phoinix (UFRJ), v. 11, p. 33-56. 2005.

CARDOSO, Ciro Flamarion Santana; REDE, Marcelo ; ARAÚJO, Sônia Rebel de . Escravidão antiga e moderna. Tempo (London), Niterói, v. 3, n. 6, p. 9-17,. 1998.

CARDOSO, Ciro Flamarion Santana. Utopias Helenístico-Romanas. PHOINIX, v. 3, p. 81-95,. 1997.

CARDOSO, Ciro Flamarion Santana. Nossos Contemporaneos e O Amor dos Antigos. PHOINIX, Rio de Janeiro, v. 1, p. 39-52. 1995.

CARLAN, Cláudia Umpierre. O Império e suas spanersidades: Romanos, Sassânidas e Germanos no século IV. Caminhos da História (UNIMONTES), v. 15, p. 123-133 . 2011.

CARLAN, Claudio Umpierre. O Mundo Romano no Século IV: decadência ou reestruturação. Fênix (Uberlândia), v. 4, p. 1. 2007.

CARLAN, Claudio Umpierre. Poder, Imagem e Arqueologia: a iconografia monetária e o exército romano. Revista de História da Arte e Arqueologia, v. 6, p. 7-14. 2007.

CARLAN, Claudio Umpierre. A Mistificação do Poder. A moeda como fonte para o estudo da História Antiga. Boletim do Centro do Pensamento Antigo, IFCH / UNICAMP. 2005.

CARLAN, Claudio Umpierre. Imagens de Roma: ideologia e propaganda no quarto século cristão. Fragmentos de Cultura, Universidade Católica de Goiás, v. 15, n. 8, p. 1331-1342. 2005.

CARLAN, Cláudia Umpierre. A Tetrarquia e o Egito no Século IV: as cunhagens de Diocleciano e a Família Constantiniana. Antiguidade Clássica (Apucarama), v. 6, p. 43-54,. 2011.

CARLAN, Claúdio Umpierre. A Política de Constantino e a Formaçao do Império Romano do Oriente. Anos 90 (UFRGS. Impresso), v. 1, p. 4-22. 2010.

CARLAN, Claudio Umpierre. Roma: poder, política e religião. O renascer do Império no século IV. Revista Antiguidade Clássica, v. 004, p. 66-79. 2010.

CARLAN, Claudio Umpierre. As invasões germânicas e o Império Romano: Conflitos e Identidades no Baixo Império. História. Questões e Debates, v. 1, p. 48/49-146. 2009.

CARLAN, Claudio Umpierre. Império Romano: uma pequena discussão historiográfica. Revista Chrônidas, v. 1, p. 3-80. 2009.

CARLAN, Claudio Umpierre. Império Romano no Século IV e os Conflitos Religiosos. Revista Jesus Histórico, v. 1, p. 2-17. 2009.

CARMO, Rafael Cavalcanti. Procedimentos metalinguísticos como caminhos de reflexão sobre a relação autor/leitor/texto na poética de Marcial. In: LEITE, L.R. et al.. (Org.). Leitor, leitora: literatura, recepção, gênero. 1 ed. Vitória: EDUFES,  v. 1, p. 17-502
. 2011.

CARMO, Rafael Cavalcanti. Reflexões sobre a relação entre oralidade e poesia na poética de Marcial. Códex - Revista Discente de Estudos Clássicos, v. 2, p. 26-41

. 2010.

CARMO, Rafael Cavalcanti. Catulo e os elegíacos: o "eu" na poesia amorosa latina. In: Machado, L.; SODRÉ, P. R.; SALGUEIRO, W. C. F.. (Org.). Pessoa, persona, personagem. 1 ed. Vitória: Ed. PPGL, v. 1, p. 7-491.. 2010.

CARVALHO, Margarida Maria de . Um caso político-cultural na antiguidade tardia: o Imperador Juliano e seu conceito de educação. Acta Scientiarum, v. 32, p. 27-39. 2010.

CARVALHO, Margarida Maria de ; GONÇALVES, Bruna Campos ; VIOTTI, Ana Carolina de Carvalho . Barbarização do exército e renovação historiográfica: novas perspectivas sobre o tema. História. Questões e Debates, v. 48/49, p. 147-163. 2009.

CARVALHO, Margarida Maria de . Themistius, the emperor Julian and a Discussion over the concept pf Royalty in the 4th century AD. In: FUNARI, Pedro Paulo; GARRAFFONI, Renata S.; LETALIEN, Bethany.(Org.). New Perspectives on the Ancient World. Modern Perceptions, Ancient Representations.1 ed. Oxford: Archaexpress, v. 1, p. 221-226. 2008.

CARVALHO, Margarida Maria de . Logos Cristiano y Logos Griego em el universo político cultural del siglo IV DC. Apuntes sobre Contra Juliano. In: FUNARI, Pedro Paulo; PEREZ-SANCHES, Dionisio; SILVA, Glaydson Jose Da. (Org.). Arqueología e História del mundo antiguo: contribuiciones brasileñas y españolas. 1 ed. Oxford: Archaeopress, v. 1, p. 5-11. 2008.

CARVALHO, Margarida Maria de ; PAPA, Helena Amália . Duas vidas em uma só: o comprometimento político, administrativo e religioso de Gregório de Nazianzo e de Basílio de Cesaréia no Império Romano (Séc. IV d.C). Liber Intellectus, v. 2. 2007.

CARVALHO, Margarida Maria de. Temístio, o Imperador Juliano e a Discussão em torno do Conceito de Realeza no século IV d.C.. História Revista (UFG), v. 11, p. 121-133. 2006.

CARVALHO, Margarida Maria de. Logos Cristão e Logos Pagão no Universo Político -Cultural no Século IV d.C: Apontamentos sobre Contra Juliano. Boletim do CPA, Campinas, v. 17, p. 61-79. 2004.

CARVALHO, Margarida Maria de. Paidéia, retórica e uma nova abordagem sobre Contra Juliano. Dimensões, Vitória, v. 16, p. 189-202. 2004.

CARVALHO, Margarida Maria de. História da Imagem do Imperador Juliano: Iluministas em Ação. Phoînix, Rio de Janeiro, v. 9, p. 226-246. 2003.

CARVALHO, Margarida Maria de. Paidéia e Retórica no séc. IV d.C. :A construção da imagem do Imperador Juliano segundo Gregório Nazianzeno. (Doutorado em História Econômica). São Paulo: USP. 2003.

CHAVES, Helton Gomes . Prazer e Poder na Roma Antiga: Relação sexual entre cidadão e escravo. Revista Senso Comum, v. 8ª ed., p. 10-10. 2007.

CLÍMACO, Joana Campos. Acta Alexandrinorum: questionamento dos alexandrinos às práticas imperiais romanas. Revista de História (USP), v. 161, p. 301-338. 2009.

CLÍMACO, Joana Campos. Impactos da romanização em Alexandria: alguns debates bibliográficos. História Revista (UFG), v. 14, p. 261-290. 2009.

CLÍMACO, Joana Campos. "Uma análise arqueológica do gênero nos Acta Alexandrinorum". In: Pedro Paulo Funari; Everson Paulo Fogolari. (Org.). Estudos de Arqueologia Histórica. 1 ed. Rio Grande do Sul: Erechim RS, v. 1, p. 105-113. 2005.

COELHO, Ana Lúcia Santos. Relações de gênero e sociabilidade urbana: a submissão feminina ao pátrio poder no Alto Império Romano. In: Leni Ribeiro Leite; Maria Mirtis Caser; Paulo Roberto Sodré; Stelamaris Coser. (Org.). Leitor, Leitora: Literatura, recepção e gênero. 01 ed. Vitória: Edufes, v. 01, p. 407-413. 2011.

COLLARES, Marco Antonio Correa. Reflexões sobre a política no período de transição entre a República Oligárquica Senatorial e o Principado Romano (44 ªC 27 aC); continuidades e rupturas dos modelos e mecanismos de dominação. História e-História, v. 6/2007, p. Dos alunos. 2007.

COLLARES, Marco Antonio Correa. O senado romano diante do poder augustal: funções, prerrogativas e organização. Phoinix (UFRJ), v. 16, p. 63-83. 2010.

COLLARES, Marco Antonio Correa. . Tito Lívio, Religião e Religiosidade Romana. História e-História, v. 05/05, p. Dos Alunos. 2010.

COLLARES, Marco Antonio Correa. As representações políticas de Tito-Lívio sobre o senado romano durante o período de transição entre a República Oligárquica Senatorial e o Principado. (Mestrado em História). São Paulo: UNESP. 2007.

COLLARES, Marco Antonio Correa. A política sob o Principado de Augusto; rupturas e continuidades dos modelos e mecanismos de dominação em relação ao Sistema Republicano. (Graduação em História). Rio Grande do Sul :UFPEL. 2006.

COLLARES, Marco Antônio Correia. Tito Lívio e a construção do estrangeiro em sua Ab Urb Condita Libri. Revista Eletrônica Antiguidade Clássica (REAC), v. 004, p. 116-127. 2010.

CORASSIN, Maria Luiza. Comentários sobre as Res gestae spani Augusti. In: JOLY, Fábio Duarte. (Org.). História e retórica: ensaios sobre historiografia antiga. São Paulo: Alameda, p. 97-117. 2007.

CORASSIN, Maria Luiza. Fontes epigráficas e a ordem senatorial romana. In: COGGIOLA, Osvaldo. (Org.). Caminhos da História: coletânea de trabalhos apresentados no Simpósio Internacional Os Rumos da História. São Paulo: Xamã, p. 09-16. 2006.

CORASSIN, Maria Luiza. O cidadão romano na República. Projeto História (PUCSP), v. 33, p. 271-287. 2006.

CORASSIN, Maria Luiza. Comentário sobre as Res Gestae Divi Avgvsti. Revista de História (USP), São Paulo, v. 151, p. 181-199. 2004.

CORASSIN, Maria Luiza. Sobre as Bacanais. Revista de tradução modelo 19, São Paulo, v. 14, p. 82-85. 2003.

CORASSIN, Maria Luiza. A stásis: o conflito na República romana. Hypnos (São Paulo), São Paulo, v. 9, p. 68-82. 2002.

CORASSIN, Maria Luiza. Mythistoria. Revista de História (USP), São Paulo, v. 144, p. 09-17. 2001.

COUTO, Américo Henrique Marquez do. As Transformações da ordem senatorial e a Imagem do Imperador Adriano na História Augusta. Revista de História Antiga da UNESP, UNESP - Franca/SP. 2005.

COUTO, Américo Henrique Marquez do. Construíndo Memória: A Imagem do Imperador Adriano segundo A Historia Romana e a História Augusta. (Graduação em História). Goiás: UFG. 2001.

DAVIDSON, Jorge Mario; Mendes, Norma Musco; Bustamante, Regina M. A Experiência Imperialista Romana: Teorias e Práticas. Tempo - Revista do Departamento de História da UFF, Rio de Janeiro, v. 9, n. 18, p. 17-41. 2005.

DAVIDSON, Jorge Mario. Direito e ideologia na Roma tardo-republicana. Phoinix, Rio de Janeiro, p. 157-209. 2002.

DEGAN, Alex . Josefo Exegeta: História e Memória. Revista de História (USP), v. 162, p. 295-310. 2010.

DEGAN, Alex . As lágrimas e o historiador: uma leitura da Guerra Judaica. História da Historiografia, v. 5, p. 21-32. 2010.

DEGAN, Alex . Editorial - Dossiê História Antiga. Notícia Bibliográfica e Histórica (PUCCAMP), v. 206, p. 1-4. 2009.

DEGAN, Alex . A Guerra Judaica - Flávio Josefo. Prólogo da obra. Seleção, tradução e comentários.. Notícia Bibliográfica e Histórica (PUCCAMP), v. 200, p. 107-109. 2007.

DEGAN, Alex. Graduação em História. Universidade de São Paulo, USP, Brasil. Título: Império Romano em Flávio Josefo,. 2001.

ENTRINGER, Giovanna. A intolerância religiosa na Igreja do século IV: a controversia ariana. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Conflito cultural e intolerâcia religiosa no Império Romano. 1 ed. Vitória: GM Grafica e Editora,v. 9, p. 7-103. 2008.

ENTRINGER, Giovanna. Graduação em História. Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil. Título: Poder e religião no século IV: Constâncio II e a oposição entre arianos e nicenos,. 2006.

VIEIRA, Willian Mancini ; FAVERSANI, Fabio. Laudationes et iniuriae: debate sobre um aspecto da construção da imagem do governante em Sêneca. Nuntius Antiquus, v. VI, p. 29-40. 2010.

FANTACUSSI, Vanessa Auxiliadora. O culto de Ísis entre os romanos no século II: representações nas metamorfoses de Apuleio. Dissertação (Mestrado em História Assis) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. 2007.

FARIA, Caroline Barbosa Faria. Reconstrução de uma cortesã na Roma Antiga na peça Bacchides, de Plauto. Prêmio UFES de teoria e crítica literária. 1 ed. Vitória: Edufes, v. 1, p. 49-84. 2011.

FARIAS JÚNIOR, José Petrucio de. A legitimação do registro biográfico como documento histórico em Eunápio e suas biografias. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 87, p. 01-12. 2008.

FAVERSANI, Fabio. Os pobres em Sêneca. Revista de História (UFES), v. 22, p. 74-87. 2009.

FAVERSANI, Fábio. Pequenos Impérios e Sociedade na Roma Imperial. In: Fábio Vergara Cerqueira; Ana Tereza Marques Gonçalves; Chimene Kuhn Nobre; Glaydson José da Silva; Anderson Zalewski Vargas. (Org.).Guerra e Paz no Mundo Antigo. Pelotas: Laboratório de Ensino e Pesquisa em Antropologia e Arqueologia, p. 223-240. 2007.

FAVERSANI, Fábio. Tácito, Sêneca e a historiografia. In: Fábio Duarte Joly. (Org.). História e retórica: Ensaios sobre a historiografia antiga. São Paulo: Alameda, p.137-146. 2007.

FAVERSANI, Fábio. Relações interpessoais e dinâmica social no Principado Romano. In: José Miguel Arias Neto. (Org.). História: Guerra e Paz. Londrina: ANPUH, p. 148-159. 2007.

FAVERSANI, Fábio. O Estado Imperial e os Pequenos Impérios. História (São Paulo), v. 26, p. 53-62. 2007.

FAVERSANI, Fábio. As relações interpessoais sob o Império Romano: uma discussão da contribuição teórica da escola de Cambridge para o estudo da sociedade romana. Interação social, reciprocidade e profetismo no Mundo Antigo. Vitória da Conquista: Edições UESB. 2004.

FAVERSANI, Fábio. A idéia de natureza e a atualidade de Sêneca. In: Marcos Antônio Lopes. (Org.). Grandes nomes da história intelectual.São Paulo:Contexto, p.153-158. 2003.

FAVERSANI, Fábio. Ler e escrever: Livros Didáticos. In: XIX Simpósio Nacional de História (GT de História Antiga), 2001, Niterói. Hélade. Rio de Janeiro : Hélade . p. 11-18. 2001.

FAVERSANI, Fábio. A História Antiga nos Cursos de Graduação em História no Brasil. In: XIX Simpósio Nacional de História (GT de História Antiga), 2001, Niterói. Hélade. Rio de Janeiro : Hélade, p. 44-50. 2001.

FAVERSANI, Fábio. A sociedade em Sêneca. (Tese de Doutorado em História Econômica) São Paulo: USP. 2001.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. Ler e escrever em Pompéia: spanersidade na construção de gênero. Caminhos da História (UNIMONTES), v. 15, p. 45-60. 2010.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. ; GARRAFFONI, R. S. . Dignitas and infamia: rethinking marginalized masculinities in early Principate. Studia histórica. Historia Antigua, v. 28, p. 57-73. 2010.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. . Gênero e sexualidade no Mundo Romano: a Antiguidade em nossos dias. História. Questões e Debates, v. 48-49, p. 119-135. 2008.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. . Cultura popular: as inscrições amorosas da Pompéia Romana . Clássica (São Paulo), São Paulo, v. 15. 2003.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. . Grafites amorosos de Pompéia. Modelo XIX, Araraquara, n. 11 & 12, p. 18-21/30. 2001.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. ; FAVERSANI, F. . Sobre o feminino e a cidadania em Pompéia. Pyrenae , Barcelona, v. 3 e 4, p. 251-257. 2003.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. . Amor y sexualidad en el universo popular pompeyano. Revista Habis, Sevilla, v. 35, p. 285-290. 2004.

FEITOSA, Lourdes M. G. C. . Condicionantes das posições sociais romanas: uma leitura a partir de Pompéia. Phoinix (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 9, p. 196-209. 2003.

FELDMAN, Sérgio Alberto (Org.) CAMPOS, A. P. (Org.) ; SILVA, G. V. (Org.) ; NADER, M.B. (Org.) ; FRANCO, S. P. (Org.). Os impérios e suas matrizes políticas e culturais. 1. ed. Vitória; Paris: Flor & Cultura; Université de Paris-Est. v. 1. 208 p.. 2008.

FELDMAN, Sérgio Alberto. A resistência cultural judaica sob o Império Romano (final do século I ao IV). In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Conflito cultural e intolerância religiosa no Império Romano. Vitória: GM Gráfica e Editora, v. 9, p. 19-45. 2008.

FRANÇA, Tiago. Seis Coroas de Louro e a construção do poder imperial (Graduação em História)- Universidade Estadual de Maringá. 2006.

FUNARI, Pedro Paulo ; Pinto, Renato . Inscrições latinas da província romana da Bretanha. Letras Clássicas (USP), v. 8, p. 149-155. 2011.

FUNARI, Pedro Paulo; GARRAFFONI, Renata Sena ; Pinto, Renato. Considerações sobre o estudo do mundo romano: a Escola de Altos Estudos da Capes e a vinda do Prof. Hingley . História e-História, v. -, p. 1-10. 2009.


 FUNARI, Pedro Paulo ; Carlan, Claudio Umpierre . A cidade romana nas discussões historiográficas e as representações urbanas nas moedas. Seminário Internacional Archai, v. 1, p. 52-53. 2008.

FUNARI, Pedro Paulo ; GARRAFFONI, Renata Sena. Gênero e conflitos no Satyricon: o caso da Dama de Éfeso. História. Questões e Debates, v. 48/49, p. 101-117. 2008.

FUNARI, Pedro Paulo. Prefácio. In: Fábio Vergara Cerqueira; Ana Teresa Gonçalves; Chimene Kuhn Nobre; Glaydson José da Silva; Anderson Z. Vargas. (Org.).Guerra e Paz no Mundo Antigo. Pelotas: Lepaarq Ufpel, p. 15-17. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo ; Carreras, C. El aporte de la Arqueología para el estudio del abastecimiento militar: la Britannia Romana. In: Fábio Vergara Cerqueira.. (Org.). Guerra e Paz no Mundo Antigo. Pelotas: Lepaarq Ufpel, p. 63-74. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo;  CARVALHO, Margarida Maria de. A história militar na Roma Antiga e o testemunho de Amiano Marcelino. In: Fábio Vergara Cerqueira. (Org.). Guerra e Paz no Mundo Antigo. Pelotas: Lepaarq Ufpel, p. 281-297. 2007.

FUNARI Pedro Paulo Abreu; GARRAFFONI, Renata Senna.Economia romana no início do Principado. In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Imperío Romano, perspectivas socioeconômica, política e cultural. Rio de Janeiro: Mauad, p. 53-64. 2006.

FUNARI, Pedro Paulo. História Antiga e os livros didáticos. In: Ruy de Oliveira Andrade Filho. (Org.). Relações de poder, educação e cultura na Antigüidade e Idade Média. Santana do Parnaíba: Solis, p. 227-232. 2005.

FUNARI, Pedro Paulo. Falos e relações sexuais. Representações romanas para além da 'natureza'. In: Pedro Paulo A Funari; Lourdes Conde Feitosa; Glaydson José da Silva. (Org.). Amor, desejo e poder na Antigüidade. Relações de gênero e representações do feminino. Campinas. 2003.

FUNARI, Pedro Paulo. Representações do corpo nas paredes pompeianas. In: Neyde Theml, Regina Bustamante, Fábio Lessa. (Org.). Olhares do corpo. Rio de Janeiro: Maudad/Faperj, p. 167-172. 2003.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu . A Guerra Antiga, Resenha de Ancient Warfare, Harry Sidebottom. Boletim do CPA (UNICAMP), v. 20/21, p. 353-355. 2008.

FUNARI, Pedro Paulo A. . Educação de meninos e meninas no mundo antigo: uma questão de gênero. Paideuma, v. 1, p. 1-20. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu; Carreras, C. Estrategia y logística militar romana: un estudio de caso. Premissas, v. 1, p. 1-20. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo. Educação de meninos e meninas no mundo antigo: uma questão de gênero. Paideuma, v. 1, p. 1-20. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu; CARLAN, Claudio Umpierre. Romanos e germânicos: lutas, guerras, rivalidades na Antigüidade Tardia. Brathair (Rio de Janeiro), v. 7,1, p. 17-24. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu; CARVALHO, Margarida. Maria. Os avanços da História Antiga no Brasil: algumas ponderações. História (São Paulo), v. 26, p. 14-19. 2007.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu; GARRAFFONI, Renata Senna. Epigrafia latina: uma abordagem interdisciplinar do mundo antigo. Nethistória (Brasília), Campinas, v. 19, n. X, p. 265-271. 2006.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu; CARLAN, Cláudio Umpierre. O erotismo no mundo romano: um estudo de caso. Estudos de Religião, v. 30, p. 47-55. 2006.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu. A vida militar romana a partir de alguns documentos epigráficos. Boletim do CPA (UNICAMP), v. 21. 2004.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu. Documentos epigráficos militares romanos. Revista de tradução modelo 19, Araraquara, v. 14, n. ano 8, p. 56-59. 2003.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu. A Arqueologia Clássica e a construção da Antigüidade. Revista de História Regional, Rio de Janeiro, v. 3, n. 11, p. 6-6. 2001.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu. A escrita cursiva romana. Locus (Juiz de Fora), Belo Horizonte, v. 11/12, n. 1998/1999, p. 213-230. 2001.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu. Uma antigüidade sem conflitos. Boletim do CPA, Campinas, v. 6, n. 11, p. 13-24. 2001.

FURLANI, João Carlos. Igreja, ascetismo e poder na Antiguidade Tardia: o diaconato de Olímpia em Constantinopla. Plêthos, v. 2, p. 151-164. 2012.

GABRECHT, Ana . A Atuação do Aedo nos Banquetes Homéricos. Caderno Caminhos da História (Universidade Severino Sombra), v. 7, p. 69-92. 2011.

GABRECHT, Ana . A celebração da moral heroica na Ilíada de Homero. Nuntius Antiquus, v. 4, p. 147-161. 2009.

GABRECHT, Ana . Em busca de Homero: algumas considerações acerca da Ilíada e da Odisséia. Revista Chrônidas, v. I, p. 9-20. 2008.

GABRECHT, Ana ; SILVA, G. V. da. Homero e o contexto de produção de A Ilíada e A Odisséia. Revista Ágora (Vitória), v. 01, p. 1-27. 2006.

GAIA, Deivid Valério; Carrié, Jean-Michel. Elitismo cultural e "democratização da cultura" no Império Romano Tardio. História (São Paulo), v. 29, p. 1-17. 2010.

 GAIA, Deivid Valério. Questões para o estudo da economia antiga : notas para uma discussão. Mare Nostrum - estudos sobre o Mediterrâneo Antigo, v. 1, p. 84-98. 2010.

GAIA, Deivid Valério. Le taux d´intérêt et ses variations dans le monde romain: IIIe. siècle av. J. C. - IIIe. siècle ap. J. C. 2 vv. (Memoire de Master). Paris: École des Hautes Études en Sciences Sociales. 2009.

GAIA, Deivid Valério . Abundância de liquidez e crise financeira em Roma: questões jurídicas e econômicas em torno das taxas de juros na época de Augusto e de Tibério. História (UNESP. Impresso) (Cessou em 2004), v. 28, p. 71-98. 2009.

GAIA, Deivid Valério. Uma leitura do discurso moralista de Júlio de Castilho na obra Os dois Plínios: estudos da vida romana (1906): Plínio, o Jovem, modelo romano de educação para o Príncipe português D. Luiz Filipe. Paris: Université Paris VIII, (Memoire de Master). 2008.

GAIA, Deivid Valério; VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. A arte de falar romana no Principado: algumas considerações sobre a ótica de Tácito. Iniciação científica - CESUMAR, Maringa, Parana, Brasil, v. 8, n. 1, p. 11-17. 2006.

SANFELICE, P. P.; GARRAFFONI, Renata Senna. A religiosidade em Pompeia: Memória, sentimentos e spanersidade. Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 204-226. 2011.

GARRAFFONI, Renata Senna; SILVA, L. P. . O Feminino adentra a arena: Mulheres e a relação com as lutas de gladiador na Roma Imperial. Caminhos da História (UNIMONTES), v. 15, p. 61-83. 2010..

Funari, P.P.A.; GARRAFFONI, Renata Senna;  SILVA, G. J. Questões sobre o estudo da Antiguidade no Brasil 22/06/2010. História e-História, v. 2010, p. 1-15,. 2010.

GARRAFFONI, Renata Senna . Marginalidade e exclusão: o caso do Satyricon de Petrônio. Revista de História (UFES), v. 22, p. 88-103. 2009.

 GARRAFFONI, Renata Senna. Gladiators Daily Lives and Epigraphy: a Social Archaeological Approach to the Roman munera during the Early Principate. Nikephoros : Zeitschrift für Sport und Kultur im Altertum, v. 21, p. 223-241

. 2008.

GARRAFFONI, Renata Senna. RESENHA de Hingley, R. Globalizing Roman culture Unity, Diversity and Empire, LONDON & NEW YORK. ROUTLEDGE, 2005. História. Questões e Debates, v. 48/49, p. 441-445. 2008.

GARRAFFONI, Renata Senna. Arenas antigas e estádios modernos. Recorde - Revista de História do Esporte, v. 01, p. 1-15. 2008.

GARRAFFONI, Renata Senna. Rixa no anfiteatro de Pompéia: o relato de Tácito e os grafites parietais. In___História Revista: Revista do departamento de História e do Programa de Pós- Graduação em História. Universidade Federal de Goiás. V. 12. n.2. 2008.

GARRAFFONI, Renata Senna. Fronteiras romanas em discussão: Nota sobre o XX International Congress of Roman Frontier studies. História e-História, v. 1, p. 1-8. 2007.

GARRAFFONI, Renata Senna. Os bandidos entre os romanos: leituras eruditas e percepções populares. História (São Paulo), v. 26, p. 115-133. 2007.

GARRAFFONI, Renata Senna. Arte Parietal de Pompéia: Imagem e cotidiano no mundo romano. Domínios da Imagem, v. 1, p. 149-161. 2007.

GARRAFFONI, Renata Senna. Felicitas Romana: felicidade antiga, percepções modernas. História. Questões e Debates, v. 46, p. 13-29. 2007.

GARRAFFONI, Renata Senna; FUNARI, Pedro Paulo. Morte e vida na arena romana. Fênix (Uberlândia), v. 4, p. 1-15. 2007.

GARRAFFONI, Renata Senna. Contribuições da Epigrafia para o estudo do cotidiano dos gladiadores romanos no início do Principado. História (São Paulo), v. 24, p. 247-26 . 2005.

 GARRAFFONI, Renata SennaRobbers and Soldiers: Criminality and Roman Army in Apuleius Metamorphoses. Gerión (Madrid), Espanha, v. 22, p. 367-377. 2004.

GARRAFFONI, Renata Senna. Gladiadores na Arena: o espetáculo público e a estigmatização do corpo. Revista de História (UFES), Vitória, v. 16, p. 271-278. 2004.

GARRAFFONI, Renata Senna. Hierarquias e Conflitos: repensando os anfiteatros romanos no início do principado. História Questões e Debates.Curitiba - Editora UFPR, p. 45-56. 2004.

GARRAFFONI, Renata Senna.Resenha de The Story of the Roman Amphitheatre de D. L. Bomgardner. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, SP, v. 13, p. 305-306. 2003.

GARRAFFONI, Renata Senna; CAVICCHIOLI, Marina; SILVA, Glaydson José da . Escavação arqueológica em uma cidade romana: a experiência de três brasileiros. ArqueoWeb (Madrid), Campinas, v. V, p. 5-3. 2003.

GARRAFFONI, Renata SennaGladiadores romanos: alguns aspectos dos espetáculos na arena nos primordios do principado. Semina. Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 23, p. 101-106. 2002.

GARRAFFONI, Renata Senna. Cultura Material e Fontes Escritas: uma breve discussão sobre a utilização de diferentes categorias documentais em um estudo sobre as práticas cotidianas dos romanos de origem pobre. LPH. Revista de História (UFOP), Mariana/MG, v. 11, p. 33-57. 2001.

GARRAFFONI, Renata Senna. O conflito no espaço público: a arena romana em discussão. Boletim do CPA (UNICAMP), Campinas, v. 11, p. 65-75. 2001.

GARRAFFONI, Renata Senna; FEITOSA, L. M. G. C. .As culturas greco-romana em discussão: as pesquisas em Antigüidade da Unicamp. Hélade (Rio de Janeiro).. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques ; SOUZA, Alice Maria de . Reconstruindo Memórias: A Relação de Caio Graco com os Equestres nas Obras de Veleio Patérculo e Apiano de Alexandria. Caminhos da História (UNIMONTES), v. 15, p. 23-44. 2010.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. O Conceito de Representação e os Estudos Latinos: Relendo as Obras dos Filostratos e de Calistrato (Séculos II/III d.C.). História da Historiografia, v. 5, p. 33-43. 2010.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques ; VIEIRA NETO, Ivan . Uranos, Cronos e Zeus: A Mitologia Grega e suas Distintas Percepções do Tempo. Mirabilia (Vitória. Online), v. 11, p. 1-17,. 2010.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques ; MATA, G. M. da . O Rito e o Riso: O Discurso de Aristófanes na Comédia Lisístrata. Revista Eletrônica Antiguidade Clássica, v. 5, p. 18-37. 2010.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques ; MESQUITA, F. D. G. di . Atividade Epistolar no Mundo Antigo: Relendo as Cartas Consolatórias de Sêneca. História Revista (UFG. Impresso), v. 15, p. 31-54. 2010.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques; CAMPOS, Rafael da Costa . A Construção de uma Imagem Política: Aspectos da Administração Imperial de Tibério nos Anais de Tácito. Ágora (Aveiro), v. 11, p. 129-158. 2009.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques; ALENCAR, Rosane Dias . Vita Constantini: Representação de um Soberano na Perspectiva de Eusébio de Cesaréia. Chrônidas, v. 3, p. 11-25. 2009.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques . Septímio Severo e as Atividades Militares contra os Partos: Memória, Poder e Identidade. Revista de História das Ideias, v. 30, p. 51-66. 2009.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Jogos e Festas no Alto Império Romano: Alegria, Sacralidade e Identidade. Cadernos do CEIA, v. 1, p. 52-62. 2008.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. As Festas Romanas. Revista de Estudos do Norte Goiano, v. 1, p. 26-68. 2008.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques; SOUZA, Alice Maria de . Caio Graco e a Ordem Eqüestre no Final da República Romana: Uma Análise da Lex Repetundarum. Phoinix (UFRJ), v. 14, p. 68-82. 2008.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. OLIVEIRA, Eduardo Soares de . Perseguição e Martírio: A Construção da Imagem do Mártir na Obra de Tertuliano. Revista FACER, v. 8, p. 11-25. 2008.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Da Batalha de Carrhae ao Período Severiano: Querelas entre Romanos e Partos. In: Cerqueira, Fábio Vergara; Gonçalves, Ana Teresa Marques; Vargas, Anderson Zalewski; Silva, Glaydson; Khun, Chimene. (Org.). Guerra e Paz no Mundo Antigo. 1 ed. Pelotas - RS. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Imagem, Poder e Amizade: Dião Cássio e o Debate Agripa-Mecenas. In: Joly, Fábio Duarte. (Org.). História e Retórica: Ensaios sobre Historiografia Antiga. 1 ed. São Paulo: Alameda, v. 1, p. 147-164. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Os Severos e a Reabilitação da Imagem de Cômodo. In: Serpa, Élio Cantalício; Menezes, Marcos Antonio de. (Org.). Escritas da História: Narrativa, Arte e Nação. 1 ed. Uberlândia - MG: Ed. UFU, v. 1, p. 15-32. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Documentos Manipulados: O Caso do Arco dos Argentarii. In: Terezinha Oliveira; Angelita Marques Visalli. (Org.). Cultura e Educação: Ética e Ação Política na Antiguidade e Idade Média. 1 ed. Vitória da Conquista - Bahia: Ed. UESB, p. 125-134. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Rupturas e Continuidades: Os Antoninos e os Severos. Fênix (Uberlândia), v. 4, p. 10-25. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Septímio Severo e a Consecratio de Pertinax: Rituais de Morte e Poder. História (São Paulo), v. 26, p. 20-35. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Poder, Trabalho e Teatralidade: Cícero e a Carta do Bom Administrador Público. Liber Intellectus, v. 2, p. 02-15. 2007.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Os Severos e a Anarquia Militar. In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano. 1 ed. Rio de Janeiro: Mauad, p. 175-192. 2006.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Aprendendo com os Livros Didáticos: um Breve Depoimento. In: Maria Encarnação Beltrão Sposito. (Org.). Livros Didáticos de História e Geografia: Avaliação e Pesquisa. 1 ed. São Paulo: Cultura Acadêmica, p. 141-148. 2006.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Lutas pelo Poder: As Imagéticas de Clódio Albino e de Septímio Severo durante as Guerras Civis de 193 a 197 d.C. In: Élio Cantalício Serpa; Marlon Salomon. (Org.). Escritas da História: Cultura e Política. 1 ed. Goiânia: Ed. UCG, p. 205-216. 2006.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. ; ROCHA, L. M. . Identidades e Etnicidades: Conceitos e Preceitos. In: Gilvan Ventura da Silva; Maria Beatriz Nader; Sebastião Pimentel Franco. (Org.). As Identidades no Tempo: Ensaios de Gênero, Etnia e Religião. 1 ed. Vitória - ES: EDUFES, p. 11-34. 2006.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. A Legitimação do Poder Imperial e os Problemas Sucessórios nos Breviários de História Romana Produzidos no IV Século d.C. História Revista (UFG), v. 11, p. 1-16. 2006.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Como Transformar um Homem em Deus: A Consecratio do Imperador Romano Pertinax. Cronos (Pedro Leopoldo), v. 10, p. 21-40. 2006.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Septímio Severo, a Reforma da Guarda Pretoriana e a Imagem de Vingador de Pertinax. In: Andrade Filho, Ruy de Oliveira. (Org.). Relações de Poder, Educação e Cultura na Antigüidade e Idade Média. 1 ed. Santana de Parnaíba/SP: Solis, p. 209-216. 2005.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Homenagens aos Severos: A Construção de Arcos do Triunfo nas Cidades do Norte da África. In: Margarida Maria de Carvalho; Maria Aparecida de S. Lopes; Susani Silveira Lemos França. (Org.). As Cidades no Tempo. 1 ed. São Paulo: Olho d´Água. 2005.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Romanos e Partos: Atividades Bélicas na República e no Principado. Saeculum (UFPB), v. 13, p. 11-20. 2005.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Escritas da História: Memória e Linguagem. 1. ed. Goiânia/GO: Ed. UCG. v. 1. 2004.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Caracala e as Imagens dos Grandes Generais e Heróis: A Busca de uma Identidade. In: Gonçalves, Ana Teresa Marques; (Org.). Escritas da História: Memória e Linguagem. 1 ed. Goiânia: Ed. UCG, p. 205-226. 2004.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. A Noção de Monarquia Militar e o Governo Severiano. Phoinix, Rio de Janeiro, v. 10, p. 41-62. 2004.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Construção e Inserção de Imagens na Memória Política Romana: O Caso dos Severos. História Revista, Goiânia/GO, v. 9, n. 1, p. 107-144. 2004.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Os Limites Temporais da Narrativa de Herodiano. In: Marcos Antônio Lopes. (Org.). Grandes Nomes da História Intelectual. 1 ed. São Paulo: Contexto, p. 165-171. 2003.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Um Olhar sobre Júlia Domna: Esposa e Mãe de Imperadores. In: Pedro Paulo Abreu Funari. Amor, Desejo e Poder na Antigüidade: Relações de Gênero e Representações do Feminino. Campinas: Editora da Unicamp, p. 327-354. 2003.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Imagens Oníricas e o Poder Imperial dos Severos na Roma Antiga. In: Dulce oliveira Amarante dos Santos; Maria Zaira Turchi. (Org.). Encruzilhadas do Imaginário: Ensaios de Literatura e História. Goiânia: Cânone, p. 27-48. 2003.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Funus Imperatorum: Uma Análise da Cerimônia de Apoteose do Imperador Septímio Severo. Phoinix, Rio de Janeiro, v. 9, p. 25-36. 2003.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. A Idealização da Figura do Imperador Romano: o Debate Agripa-Mecenas na Obra de Dion Cássio. Klepsidra, São Paulo, v. 14, p. 1-14. 2003.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Poder e Imaginário no Império Romano: As Imagens Contrapostas de Septímio Severo, Pescênio Nigro e Clódio Albino nas Guerras Civis de 193 a 197 d.C. História em revista, Pelotas/RS, v. 9, p. 175-211. 2003.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Os Conteúdos de História Antiga nos Livros Didáticos Brasileiros. Hélade, Rio de Janeiro, v. 3, n. 1, p. 51-65. 2002.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. As Festas Imperiais na Roma Antiga: os Decennalia e os Jogos Seculares de Septímio Severo. Mneme, Ceres - RN, v. 3, n. 6, p. 1-12. 2002.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Diversidade Étnica no Império Romano: o Caso dos Bretões. Phoînix, Rio de Janeiro, v. 8, p. 15-23. 2002.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Propaganda no Período Severiano: A Construção da Imagem Imperial. (Tese Doutorado em História Econômica), São Paulo: USP. 2002.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. O Exército Romano no Período Severiano: A Concepção do Patronato. Pós-História, Assis - SP, v. 9, p. 219-238. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Poder e Propaganda no Período Severiano: A Construção da imagem Imperial. Politeia, Vitória da Conquista, v. 1, p. 32-54. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Plebe Urbana de Roma e Grupos Provinciais no Período Severiano: o Testemunho de Herodiano. História Revista, Goiânia, v. 5, n. 1/2, p. 135-150. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. A Figura do Optimus Princeps nos Breviários de História Romana. Hélade, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 23-33. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Poder e Propaganda no Período Severiano. Phoînix, Rio de Janeiro, v. 7, p. 60-76. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques.; SILVA, Gilvan Ventura da. Algumas Reflexões sobre os Conteúdos de História Antiga nos Livros Didáticos Brasileiros. História e Ensino, Londrina, v. 7, p. 123-142. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Conflito e Oposição no Alto Império Romano: Breve Balanço Historiográfico. Boletim do Cpa, Campinas, v. 6, n. 11, p. 45-64. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Estratégias de Propaganda: Oposição, Repressão e Controle de Descontentamentos no Período Severiano. Dimensões, Vitória, v. 12, n. 1, p. 33-43. 2001.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques; MOTA, Thiago Eustáquio Araújo. Do Tártaro aos Vergéis Elíseos: a Jornada do Descensus, os Exempla e os Espaços do Averno na Eneida de Virgílio. Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 01-22. 2011.

GONÇALVES, Ana Teresa Marques . O Governo de Tibério e a Difícil Arte de Suceder Bons Imperadores. De Rebus Antiquis, v. 1, p. 44-62. 2011.

GONÇALVES, Ana Tereza Marques; MATA, G. M. da . Ritual de Máscaras: Teatro, Cidadania e Identidades. Historiae, v. 2, p. 65-80. 2011.

GONÇALVES, Ana Tereza Marques; MATA, G. M. da . Para Deméter e Perséfone: as Tesmophoriantes na Perspectiva Cômica de Aristófanes. Phoinix (UFRJ), v. 17, p. 58-74. 2011.

GONÇALVES, Ana Tereza Marques; ARANTES JÚNIOR, Edson . Escrevendo à Margem do Império: Luciano de Samósata e a Imagem de Héracles/Ogmio. Revista de História (UFES), v. 21, p. 38-52. 2009.

GONÇALVES, Ana Tereza  Marques; ARANTES JÚNIOR, Edson . Regimes de Memória nas Obras de Luciano de Samósata: O Mito de Héracles. Stylos (Buenos Aires), v. 18, p. 12-44. 2009.

GONÇALVES, Ana Tereza Marques . Lei e Ordem na República Romana: Uma Análise da Obra De Legibus de Cícero. Justiça & História, Porto Alegre, v. 2, n. 3, p. 125-148. 2002.

GUARINELLO, Noberto Luís. Ordem, Integração e Fronteiras no Império Romano. Um Ensaio. Mare Nostrum, v. 1, p. 113-127. 2010.

GUARINELLO, Noberto Luiz. Violência como espetáculo: o pão, o sangue e o circo. História e-História, v. 26, p. 125-132. 2007.

GUARINELLO, Norberto Luis. A Morphology of Ancient History from a tropical, half-european viewpoint. In: Pedro Funari; Renata Garraffoni; Bethany Letalien. (Org.). New perspectives on the Ancient world. 1 ed. Oxford: Archeopress, v. 1, p. 1-248. 2008.

GUARINELLO, Norberto Luis. Império e Imperialismo: realidades antigas e conceitos contemporâneos. In: Adriana Campos; Gilvan Ventura; Sergio Feldeman. (Org.). Os Impérios e suas matrizes políticas e culturais. 1 ed. Vitória: Flor e Cultura, v. , p. 1-202. 2008.

GUARINELLO, Norberto Luis. O vinho: uma droga mediterrânica. In: Beatriz Labate. (Org.). Drogas e Cultura: novas perspectivas. Salvador: EDUFBA, v. 1, p. 1-431. 2008.

GUARINELLO, Norberto Luiz. O Império Romano e Nós. In: Gilvan Ventura da Silva e Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano. 1 ed. Rio de Janeiro: Mauad, p. 13-19. 2006.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Roma, o poder e a história. In: Ventura da Silva, G.; Nader, M.B.; Franco, S.P. (Org.). As identidades no tempo: ensaios de gênero, etnia e religião. 1 ed. Vitória: EDUFES, p. 281-294. 2006.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Escravos sem senhores: escravidão, trabalho e poder no Mundo Romano. Revista Brasileira de História, v. 26, p. 227-248. 2006.

GUARINELLO, Norberto Luiz. A escravidão e a cidade-estado-antiga. In: Ruy de Oliveira Andrade Silva. (Org.). Relações de Poder, Educação e Cultura na Antiguidade e Idade Média. 1 ed. Sanatna de Parnaíba: Solis, p. 141-146. 2005.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Archaeology and the Meanings of Material Culture. In: Funari, P; Zarankin, A; Stovel, E.. (Org.). Global Archaeological theory, contextual voices and contemporary thoughts. 1 ed. Nova Iorque: Kluwer/Plenum, p. 19-28. 2005.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Comentário sobre A Cidade Antiga. In: Margarida Maria de Carvalho; Maria Aparecida Lopes; Susani Silveira França. (Org.). As Cidades no Tempo. 1 ed. São Paulo/Franca: UNESP/Olho d Água, p. 125-128. 2005.

GUARINELLO, Norberto Luiz. História Científica, história contemporânea e história cotidiana. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 24, n. 48, p. 13-38. 2005.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Prefácio. In: Fábio Duarte Joly. (Org.). Tácito e a Metáfora da Escravidão. 1 ed. São Paulo: Edusp, p. 13-23. 2004.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Prefácio. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.) Reis, Santos e feiticeiros. 1 ed. Vitória: EDUFES, p. 11-15. 2003.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Uma Morfologia da História: as formas da História Antiga. Politeia, Vitória da Conquista, v. 3, n. 1, p. 41-62. 2003.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Ética e Ambigüidade no principado de Nero. In: Pedro Paulo Funari. (Org.). Ética e Política no Mundo Antigo. Campinas: UNICAMP, p. 133-152. 2001.

GUARINELLO, Norberto Luiz. Arqueologia Rural da Itália Romana. phoenix, v. 7, p. 293-320. 2001.

JOLY, Fábio Duarte. Tácito e o Império Romano. Revista de História (USP), v. Esp., p. 69-78. 2010.

JOLY, Fábio Duarte. Antiguidade européia e modernidade latino-americana: a Tradição Clássica como matriz de identidades. Praesentia (Mérida), v. 10, p. 1-12. 2009.

JOLY, Fábio Duarte. "Quid est libertas?": A imagem do liberto em Sêneca, Pérsio e Petrônio. Revista de História (UFES), v. 22, p. 58-73. 2009.

JOLY, Fábio Duarte. Liberdade moderna, escravidão antiga: nota sobre o estudo comparado de sociedades escravistas. In: VIEIRA, Ana Livia Bomfim; ZIERER, Adriana. (Org.). História Antiga e Medieval: transformações e permanências - sociedade e imaginário. 1 ed. Sâo Luís: Editora UEMA,  v. 1, p. 167-177. 2009.

JOLY, Fabio Duarte; MARQUESE, Rafael de Bivar.  Panis, disciplina, et opus servo: the Jesuit ideology in Portuguese America and Greco-Roman ideas of slavery. In: Enrico Dal Lago; Constantina Katsari. (Org.). Slave Systems: Ancient and Modern. 1 ed. Cambridge: Cambridge University Press, p. 214-230. 2008.

JOLY, Fábio Duarte. História e retórica: ensaios sobre historiografia antiga. 1. ed. São Paulo: Alameda Casa Editorial. v. 1. 184 p. 2007.

JOLY, Fábio Duarte. Classical Rome and Antislavery. In: Peter Hinks; John McKivigan. (Org.). Encyclopedia of Antislavery and Abolitionism. 1 ed. Westport: Greenwood Press, v. 1, p. 166-169. 2007.

JOLY, Fábio Duarte. Saint Augustine. In: Peter Hinks; John McKivigan. (Org.). Encyclopedia of Antislavery and Abolitionism. 1 ed. Westport: Greenwood Press, v. 2, p. 591-593. 2007.

JOLY, Fábio Duarte. Spartacus Revolt. In: Peter Hinks; John McKivigan. (Org.). Encyclopedia of Antislavery and Abolitionism. 1 ed. Westport: Greenwood Press, v. 2, p. 648-651. 2007.

JOLY, Fábio Duarte. A escravidão no centro do poder: observações acerca da familia Caesaris. Fênix (Uberlândia), v. 4, p. 1-11. 2007.

JOLY, Fábio Duarte. Estoicismo e escravidão no pensamento de Sêneca. Phoinix (UFRJ), v. 13, p. 98-114. 2007.

JOLY, Fábio Duarte. Terra e trabalho na Itália no Alto Império. In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano: Perspectiva socioeconômica, política e cultural. 1 ed. Rio de Janeiro;Vitória: Mauad; Edufes, p. 65-83. 2006.

JOLY, Fábio Duarte. Libertate opus est. Escravidão, manumissão e cidadania à época de Nero (54-68 d.C.). (Doutorado em História Econômica). São Paulo : USP. 2006.

JOLY, Fábio Duarte. A escravidão na Roma antiga: política, economia e cultura. 1. ed. São Paulo: Alameda. v. 1. 102 p. 2005.

JOLY, Fábio Duarte. Suetônio e a tradição historiográfica senatorial: uma leitura da Vida de Nero. História (São Paulo), v. 24, p. 111-127. 2005.

JOLY, Fábio Duarte; GUARINELLO, Norberto Luiz . As cidades e o passado da nação: idéias para a preservação do patrimônio edificado urbano no Brasil. História Revista, Goiânia, v. 10, n. 1, p. 97-112. 2005.

JOLY, Fábio Duarte. Tácito e a metáfora da escravidão: um estudo de cultura política romana. 1. ed. São Paulo: Edusp. v. 1. 168 p. 2004.

JOLY, Fábio Duarte. Entre a escravidão e a liberdade. 1. ed. São Paulo: Escolas Associadas. v. 1. 31 p. 2003.

JOLY, Fábio Duarte. História e retórica em Tácito. In: Marco Antonio Lopes. (Org.). Grandes nomes da história intelectual. 1 ed. São Paulo: Contexto, p. 158-164. 2003.

JOLY, Fábio Duarte. Tácito e a cultura política da escravidão romana. In: Osvaldo Coggiola. (Org.). História e Economia: Questões. 1 ed. São Paulo: Humanitas, v. 1, p. 11-17. 2003.

JOLY, Fábio Duarte. Espaço, poder e escravidão no De Re Rustica de Columela. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 23, n. 45, p. 281-299. 2003.

JOLY, Fábio Duarte. A recepção da obra de Tácito na cultura européia (séculos XV-XIX): algumas observações. Boletim do CPA - Unicamp, Campinas, v. 1, n. 16, p. 39-46. 2003.

JOLY, Fábio Duarte. A escravidão romana em perspectiva sincrônica: escravos e libertos sob o principado de Nero. Politeia, Vitória da Conquista, v. 3, n. 1, p. 63-83. 2003.

JOLY, Fabio Duarte; GUARINELLO, Norberto Luiz . Ética e ambiguidade no principado de Nero. In: Hector Benoit; Pedro Paulo Abreu Funari. (Org.). Ética e política no mundo antigo. 1 ed. Campinas: Unicamp, 133-152. 2001.

JOLY, Fábio Duarte. Tácito e a escravidão como metáfora do conflito e da contradição. Boletim do CPA, Campinas, v. 11, p. 77-95. 2001.

JOLY, Fábio Duarte.Teleologia e metodologia históricas em Tácito. História Revista, Goiânia, v. 6, n. 2, p. 25-50. 2001.

JOLY, Fábio Duarte. Proposta de banco de dados em História Antiga. Hélade, Rio de Janeiro, p. 42-43. 2001.

JOLY, Fábio Duarte. Tácito e a Metáfora da Escravidão: Um Estudo de Cultura Política Romana. (Mestrado em História Econômica). São Paulo: USP. 2001.

JOSÉ, Natália Frazão. Césares e Antônios: A historiografia atual sobre os militares romanos e as biografias plutarquianas. Revista Aletheia, v. 2, p. 01-16. 2009.

 JOSÉ, Natália Frazão . Plutarco de Queronéia e Suas Vidas Paralelas. História e-História, v. 1, p. 1-20. 2009.

KNUST, José Ernesto Moura. Resenha de Aldo Schiavone, Uma História Rompida: Roma Antiga e Ocidente Moderno. Aedos: Revista do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em História da UFRGS, v. 03, p. 205-210. 2010.

KNUST, José Ernesto Moura . Os desafios do Estudo da escravidão antiga. Resenha de Niall McKeown, The Invention of Ancient Slavery. Phoinix (UFRJ), v. 15, p. 151-154. 2009.

KNUST, José  Ernesto Moura . A Escravidão rural romana no "Rerum Rusticarum" de Varrão. In: Maria Regina Cândido. (Org.). Roma e as Sociedades da Antiguidade: Política, Cultura e Economia. Rio de Janeiro: NEA/UERJ. 2008.

LADEIRA, Felipe de Souza. O Pro Milone e a justificativa da violência na defesa do Estado no pensamento político de Cícero. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo. 2008.

LEITE, Leni Ribeiro. Estácio e a Poética do Ócio. Antiguidade Clássica (Apucarama), v. 6, p. 70-77. 2011.

LEITE, Leni Ribeiro. Marcial e o livro. 1. ed. Vitória: Edufes, v. 1. 137 p.. 2011.

LEITE, Leni Ribeiro. CASER, M. M. (Org.) ; SODRÉ, P. R. (Org.) ; COSER, S. (Org.) . Leitor, leitora: literatura, recepção, gênero. 1. ed. Vitória: Edufes,  502 p. 2011.

LEITE, Leni Ribeiro.  Dois prefácios de Marcial. REEL. Revista Eletrônica de Estudos Literários, v. 6, p. 1-9. 2010.

LEITE, Leni Ribeiro. Texturas do discurso histórico apontamentos para um estudo da linguagem dos textos historiográficos latinos. Alethéia (Goiânia), v. 2/2, p. 1-11. 2010.

LEITE, Leni Ribeiro. Martial - Ancients in Action. Phaos (UNICAMP), v. 8, p. 155-158. 2010.

LEITE, Leni Ribeiro. Lendo o leitor - a personagem como leitor na lírica latina. In: Machado, Lino; Sodré, Paulo Roberto; Salgueiro, Wilberth. (Org.). Pessoa, persona, personagem. 1a ed. Vitória: PPGL,  v. único, p. 185-196. 2010.

LEITE, Leni Ribeiro. A Imagem na Literatura Latina - Marcial III.35 e IX.74. Revista Eletrônica Antiguidade Clássica, v. IV, p. 94-102. 2009.

LEITE, Leni Ribeiro. Bybliopolae - Editores/livreiros na Roma Imperial. Calíope (UFRJ), v. 15, p. 91-99. 2006.

LEITE, Leni Ribeiro; Silva, G.V. (Org.) ; CARVALHO, R. N. B. (Org.) ; Francalanci, C. (Org.) . Representações do masculino e do feminino na Antiguidade. 1. ed. Vitória: PPGL, v. 1. 106 p.. 2011.

LIMA, Vanessa Vieira de. Imperium sine fine: a Romanização da Hispania.Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Graduação em História) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. 2007.

LIMA, Vanessa Vieira de . A Construção da Imagem de Sertório em Vidas Paralelas de Plutarco. Universos da História, v. 1, p. 19-31. 2008.

LIMA NETO, Belchior Monteiro; SOARES, Carolline da Silva . O agostinismo político como discurso. Revista Ágora (Vitória), v. 7, p. 1-18. 2011.

LIMA NETO, Belchior Monteiro. Civitates e hinterland no norte da África romano: o testemulho de Apuleio nas Metamorphoses. In: SILVA, Gilvan Ventura da Silva; LIMA NETO, Belchior Monteiro. (Org.). Identidade e fronteiras religiosas no Alto Império Romano. 1 ed. Vitória: NPIH, v. 1, p. 21-38. 2011.

MACHADO, Carlos Augusto. Religion as Antiquarianism: Pagan dedications in late antique Rome. In: Mika Kajava; John Bodel. (Org.). Dediche sacre nel mondo greco-romano. Roma: Quasar,p. 331-354. 2009.

MACHADO, Carlos Augusto. Building the Past: Monuments and Memory in the Forum Romanum. In: Will Bowden; Adam Gutteridge; Carlos Machado. (Org.). Social and Political Life in Late Antiquity. Leiden: Brill, v. , p. 157-192. 2006.

MACHADO,Carlos Augusto. Edifícios e Política na Roma Tetrarquica (285-303 d.C.). In: Carvalho, Margarida; Lopes, Maria Aparecida; Franca, Susani. (Org.). As Cidades no Tempo. Sao Paulo:Olho d agua, p. 87-111. 2005.

MACHADO, Carlos Augusto. (Org.) ; LAVAN, Luke (Org.) ; BOWDEN, William(Org.) . Recent Research on the Late Antique Countryside. Leiden: Brill. 2004.

MACHADO, Carlos Augusto. História Augusta: Biografia de Marco Aurelio. In: Ricardo da Costa. (Org.). Testemunhos da História: documentos de História Antiga e Medieval. Vitoria: EDUFES, v. , p. 150-170. 2003.

MACHADO, Carlos Augusto. Grandes proprietários e colonos no Baixo Império Romano. In: Chevitarese, André Leonardo. (Org.). O Campesinato na Historia. Rio de Janeiro: Relume Dumara: FAPERJ, v. , p. 245-255. 2002.

MACHADO, Carlos Augusto. Imperadores em construção: modelos imperiais na História Augusta. Phoinix, Rio de Janeiro, v. 7, p. 93-114. 2001.

MACHADO, Carlos Augusto. Resenha de Hendrik Dey, The Aurelian Wall and the Refashioning of Imperial Rome (Cambridge: Cambridge University Press, 2011). Antiquity (Cambridge), v. 85, p. 1494-1495. 2011.

MACHADO,  Carlos Augusto. A História Augusta e a Cultura Política Senatorial no Baixo Império. Caminhos da História (UNIMONTES), v. 15, p. 101-121. 2010.

MACHADO, Carlos Augusto. Resenha de Aloys Winterling, Policits and Society in Imperial Rome. Bryn Mawr Classical Review, v. 2010, p. 2010.05.44. 2010.

MACHADO, Carlos Augusto. Resenha de Kim Bowes, Private Worship, Public Values, and Religious Change in Late Antiquity. Bryn Mawr Classical Review, v. , p.02.14. 2009.

MACHADO, Carlos Augusto. Review of Eric Varner, Mutilation and Transformation. Damnatio Memoriae and Roman Imperial Portraiture. Journal of Roman Studies, v. 97, p. 79-80. 2007.

MACHADO, Carlos Augusto. Urban Space and Power in Late Antique Rome. (Doutorado em Historia Antiga). Inglaterra: University of Oxford. 2006.

MARQUES, Juliana Bastos . As faces de Roma e os centros do poder em Amiano Marcelino. Revista de História (UFES), v. 26, p. 173-188. 2011.

MARQUES, Juliana Bastos. Estruturas narrativas nos Anais de Tácito. História da Historiografia, v. 5, p. 44-57. 2010.

MARQUES, Juliana Bastos . Estruturas narrativas nas Histórias de Tácito. Phoinix (UFRJ), v. 14, p. 76-90. 2010.

MARQUES, Juliana Bastos. Uma releitura dos frisos de Odisseu no Esquilino. Revista de História da Arte e Arqueologia, v. 11, p. 5-26. 2009.

MARQUES, Juliana Bastos . O conceito de temporalidade e sua aplicação na historiografia antiga. Revista de História (USP), v. 158, p. 43-65. 2008.

MARQUES, Juliana Bastos. Mecanismos de legitimidade e tradição na historiografia latina. História Revista (UFG), v. 13, p. 139-156. 2008.

MARQUES, Juliana Bastos. Uma análise dos estudos críticos sobre Tácito. Aletheia Revista, v. 1, p. 4. 2008.

MARQUES, Juliana Bastos. Tradição e renovações da identidade romana em Tito Lívio e Tácito. (Doutorado em História Social). São Paulo: USP. 2007.

MARQUES, Juliana BastosCapitólio como representação de Roma em Tito Lívio e Tácito. Calíope (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 13, p. 94-109. 2005.

MARQUES. Juliana Bastos. Um ciclo dos costumes em Tácito? Anais III, 55. Boletim do CPA - IFCH/Unicamp, Campinas/SP, v. 18, p. 55-66. 2004.

MARQUES, Juliana Bastos. Tempo e temporalidade nas Histórias e nos Anais de Tácito. ( Mestrado em História Econômica). São Paulo: USP. 2003.

MARSHALL, Francisco. O altar da Vitória em Roma:espaço e sacralidade. Revista da Semana de Estudios Romanos, Valparaíso, Chile, v. XII, p. 185-195. 2004.

MARSHALL, Francisco. Apollonia e o resgate da cidade romana. Semanas de Estudios Romanos, Valparaíso, Chile, v. XI, p. 267-279. 2002.

MARVILLA, Miguel Arcanjo. O Império Romano e o reino dos céus: a construção da imagem sagrada do imperador em "De laudibus Constantini", de Eusébio de Cesaréia (séc. IV d.C.).  Vitória: Flor & Cultura. 2007.

MILAZZO, Bernardo Luiz Martins. De vita et moribus Iulii Agricolae, de Tácito Tratado político, etnografia, geografia, biografia, elogio fúnebre ou épico?. Philía (UERJ), v. 28, p. 3-4. 2008.

MILAZZO, Bernardo Luiz Martins . Imperialismo e Romanização: Britânia Romana e Camulodunum. In: Maria Regina Candido. (Org.). Roma e as sociedades da antiguidade: Política, Cultura e Economia. Rio de Janeiro: NEA / UERJ,  v. , p. 9-14. 2008.

MILAZZO, Bernardo Luiz Martins. Britânia Romana as cidades como centros do poder na fronteira de um Império: A colônia de Camulodunum. Gaia (Rio de Janeiro), v. 3, p. 27-37. 2007.

MIRANDA, Vinicius Azevedo de. Ascensão de Septímio Severo ao poder imperial: comparando discursos imagéticos e textuais. Início: 2006. Dissertação (Mestrado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2006.

MOTA, Thiago Eustáquio Araújo; GONÇALVES, Ana Teresa Marques.  Do Tártaro aos Vergéis Elíseos: a jornada do descensus, os exempla e os espaços do averno. Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 01-22. 2011.

MOTA, Thiago Eustáquio Araújo. No Rastro te Thanatos: Funerais e Monumentalidade na Roma de Augusto. In: GONÇALVES, Ana Teresa Marques; OMENA, Luciane Munhoz de. (Org.).Literatura, Poder e Imaginários Sociais no Mediterrâneo Antigo. 01 ed. Goiânia: PUC,  v. 01, p. 91-101. 2010.

MOTA, Thiago Eustáquio Araújo; AZEVEDO, F. L. M. O encontro do cinema contemporâneo com Heródoto: uma análise do filme  300 de Zack Snyder. História, Imagem e Narrativas, v. No 6, p. 1-12. 2008.

MOTA, Thiago Eustáquio Araújo; AZEVEDO, F. L. M.  Ocidente versus oriente, democracia versus despotismo: Heródoto no cinema contemporâneo. Cadernos da Pós-Graduação (UEMG), v. 11, p. 133. 2007.

NASCIMENTO, Geciane Soares do. A construção do Mártirio Cristão. (Mestrado em História Social das Relações Políticas). Espirito Santo: UFES. 2006.

NASCIMENTO, Samuel Martins.História da Guerra dos judeus aos olhos de Flávio Josefo ( Mestrado em História) - Universidade Estadual de Maringá. 2008.

OLIVEIRA, Eduardo Soares de . O profetismo religioso e a busca da paz. Ciberteologia (São Paulo. Edição em Português), v. 35, p. 111-118. 2011.

OLIVEIRA, Eduardo Soares de. A construção da imagem do mártir em Tertuliano. ( Mestrado em História). Goiás: UFG. 2007.

OLIVEIRA, Gustavo Junqueira Duarte . Aspectos formais e sensoriais da coletividade, massa e multidão na Ilíada. Notícia Bibliográfica e Histórica (PUCCAMP), v. 206, p. 7-23. 2009.

OLIVEIRA, Gustavo Junqueira Duarte. A Interação entre herói e multidão na Ilíada. Mare Nostrum, v. 1, p. 4. 2010.

OLIVEIRA, Gustavo Junqueira Duarte. Unidade da Multidão e da Massa na Ilíada. Alethéia (Goiânia), v. 2, p. 14. 2010.

OLIVEIRA, Gustavo Junqueira Duarte. Homero: oralidade, tradição e história. Nau Literária, v. 04, p. 1-22. 2008.

OLIVEIRA, Rodrigo Santos Monteiro;  VIEIRA, Ivan Neto. Religiosidades Romanas e Sincretismo Helenístico: Uma análise sobre os mitos e cultos de mistério. In: Alice Maria de Souza; Ana Teresa Marques Gonçalves; Giselle Moreira da Mata. (Org.). Dinâmicas Socioculturais na Antiguidade Mediterrânica: Memórias, Identidades, Imaginários Sociais. 1 ed. Goiânia: Editora da PUC-GO, v. 1, p. 253-276. 2011.

OLIVEIRA, Rodrigo Santos Monteiro ; PINTO, P. P. G.Relação História Literatura: As representações da escravidão no principado romano. Contemporâneos: Revista de Artes e Humanidades (Online), v. 6, p. 1-12. 2010.

OLIVEIRA, Rodrigo Santos Monteiro.A moral e o amor: debates acerca do amar na Antiguidade Clássica a partir da obra Metamorfoses, de Lúcio Apuleio. Alethéia (Goiânia), v. 1, p. 1-8. 2010.

OLIVEIRA, Rodrigo Santos Monteiro . Sêneca e o Estoicismo: Uma análise do texto teatral "As Troianas". In: Ana Teresa Marques Gonçalves; Luciane Munhoz de Omena. (Org.).Literatura, Poder e Imaginários Sociais no Mediterrâneo Antigo. 1 ed. Goiânia: Editora da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, v. 1, p. 157-165. 2010.

OLIVEIRA, Rodrigo Santos Monteiro. O mito heróico: compreendendo as múltiplas variáveis na construção da imagem do herói. Templo do Conhecimento, 06 mar.. 2010.

OMENA, Luciane Munhoz de . A festa e o riso na narrativa apuleiana. Revista Versões, v. 1, p. 1-12. 2008.

OMENA, Luciane Munhoz de . Memórias de viagem: a uirtus à luz da consolatória de Sêneca. Revista de História (UFES), v. 26, p. 256-272. 2011.

OMENA, Luciane Munhoz de . Casamento e magia nas Metamorfoses de Apuleio (século II d. C.). Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 157-177. 2011.

OMENA, Luciane Munhoz de . A performance de Nero: entre a encenação e ritualização. In: SOUZA, A. de; GONÇALVES, A. T. M.; MATA, G. M. da. (Org.). Dinâmicas Socioculturais na Antiguidade Mediterrânica: Memórias, Identidades e Imaginários Sociais. Goiânia: PUC, v. 1, p. 137-164. 2011.

OMENA, Luciane Munhoz de. Memórias de Viajante: as faces da escravidão no mediterrâneo antigo (séc. II d. C.). Praesentia (Mérida), v. 1, p.1-13
. 2010.

OMENA, Luciane Munhoz de (Org.) . Literatura, Poder e Imaginários Sociais. 500. ed. Goiânia, GO: PUC, v. 1. 200 p.. 2010.

OMENA, Luciane Munhoz de . As escravidões no estoicismo de Lúcio Aneu Sêneca. Praesentia (Mérida), v. 1, p. 1-18. 2009.

OMENA, Luciane Munhoz de . Pequenos poderes na Roma Imperial: os setores subalternos na ótica de Sêneca. 1. ed. Vitória/ES: Flor e Cultura,184 pp. 2009.

OMENA, Luciane Munhoz de.A cidade e a pedra: poder, autoridade e identidade na urbe romana. Litteris, v. 1, p. 1-15. 2008.

OMENA, Luciane Munhoz de . A criação de uma tradição: a sociosidade da plebe romana. Caderno Espaço Feminino (UFU), v. 1, p. 9-21. 2008.

OMENA, Luciane Munhoz de. Pequenos poderes na Roma imperial: o povo miúdo na ótica de Sêneca. (Doutorado em História). São Paulo: USP. 2007.

OMENA, Luciane Munhoz de. A fabricação da plebe sob a perspectiva de Sêneca. Stylos (Buenos Aires), v. 14, p. 119-129. 2005.

OMENA, Luciane Munhoz de. Apocolocyntoses de Sêneca: uma alusão à troca de favores em Roma. História Revista (UFG), v. 10, p. 363-376. 2005.

OMENA, Luciane Munhoz de. O escravo em Sêneca: entre a passividade e a reação. LPH. Revista de História (UFOP), v. 2, p. 303-320. 2004.

OMENA, Luciane Munhoz de. O poder do Imperador sob a perspectiva de Sêneca. Revista Alpha (Patos de Minas), v. 5, p. 63-72. 2004.

PAIXÃO, Priscilla Campiolo Manesco. Tradição e poder político em Catão: O antigo / A velhice: uma leitura. (Mestrado em História) - Universidade de Maringá. 2008.

PAPA, Helena Amália.Conflito político-religioso e embate discursivo entre Eunômio de Cízico e Basílio de Cesaréia: utilização do manual de Aristóteles. História (São Paulo), v. 29, p. 211-232. 2010.

PAPA, Helena AmáliaAs evidências contra os arianos no testemunho de Basílico de Cesaréia: Uma análise sobre suas missivas (séc. IV D.C.). História e-História, v. 1, p. 88. 2008.

PAPA, Helena Amália. Cristianismo Ortodoxo versus Cristianismo Heterodoxo: uma análise político religiosa da contenda entre Basílio de Cesaréia e Eunômio de Cízico. (séc IV d.C.) (Mestrado em História). São Paulo: UNESP. 2007.

PAPA, Helena Amália. Os Arianos na visão de Basílio de Cesaréia: um conflito político-religioso no século IV d.C. São Paulo: Unesp (Graduação em História). 2006.

PEIXOTO, Raul Vitor Rodrigues; GONÇALVES, Ana Teresa Marques . O Emprego da Astúcia na Guerra: Uma Análise da Obra de Polieno. In: Sônia Regina Rebel de Araújo; Cláudia Beltrão de Rosa; Fábio Duarte Joly. (Org.). Intelectuais, Poder e Política na Roma Antiga. 1 ed. Bonsucesso: NAU, v. 1, p. 169-206. 2010.

PEIXOTO, Raul Vitor Rodrigues . Estratagemas de Polieno: a estratégia fora dos campos de batalha. In: José João Neves B. Vicente; Rafael da Costa Campos. (Org.). A História Escrita: possibilidades de construção da pesquisa historiográfica. 1 ed. Goiânia: Editora Vieira,  v. 1, p. 63-70. 2009.

PIRES, Thiago de Almeida . Augusto, Virgílio e Ovídio: o Mito de Enéias e os inícios do Principado na Roma Antiga.  Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. 2008.

ROCHA, Ivan Esperanca. História do Oriente Próximo: uma introdução. In: Renata Lopes Biazotto Venturini. (Org.). História Antiga I: fontes e métodos. 1 ed. Maringa: EDUEM, v. 1, p. 31-48. 2010.

ROCHA, Ivan Esperanca. Flávio Josefo e a Guerra Judaica: perspectivas de análise. In: XXIII Simpósio Nacional de História, Londrina. 2005.

ROCHA, Ivan Esperanca. Imagem e narrativa no judaísmo antigo. Revista de História (UNESP), São Paulo, v. 18, p. 10-18. 2001.

ROCHA, Ivan Esperanca.Escavação de sinagoga em Magdala: Entrevista com Marcela Zapata Meza.Revista Jesus Histórico, v. 6, p. 1-6. 2011.

SANFELICE, Pérola de Paula. Vênus e Marte: Amor e Sexualidade em Conflito na História Antiga. Nearco (Rio de Janeiro), v. 1, p. 99-123. 2011.

SANFELICE, Pérola de Paula. John R. Clarke- Roman Life 100 B.C. to A.D. 200. Revista de História da Arte e Arqueologia, v. 15, p. 187-191. 2011.

SANFELICE, Pérola de Paula; ALVES, I.G. Sexualidade Mítica: as múltiplas faces da feminilidade em Vênus e Maria. Revista Brasileira de História das Religiões, v. 11, p. 1-26. 2011.

SANFELICE, Pérola de Paula ; GARRAFFONI, R.S. . A religiosidade em Pompeia: Memória, sentimentos e spanersidade. Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 204-226. 2011.

SANFELICE, Pérola de Paula. Amor e sexualidade: as representações da deusa Vênus nas paredes de Pompeia. História e-História, p. 01-20. 2010.

SANFELICE, Pérola de Paula. As representações parietais de Vênus em Pompéia durante o Império Romano. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. 2009.

SANFELICE, Pérola de Paula. Sexualidade, amor e erotismo na Roma Antiga: as representações de Vênus nas paredes de Pompeia. OPSIS (UFG), v. 10, p. 167-190. 2010.

SANTOS, Dominique . Acerca do Conceito de Representação. Revista de Teoria da História UFG, v. 6, p. 27-53. 2011.

SANTOS, Dominique  ; SANTANNA, Henrique Modanez de (Org.) ; VASCONCELOS, L. B. (Org.) . História antiga: estudos, revisões e diálogos. Rio de Janeiro: Publit,  253 p. 2011.

SANTOS, Samuel Nunes dos. O Evangelho de Lucas Enquanto Fonte Histórico-Biográfica. Revista Jesus Histórico, v. 7, p. 89-110. 2011.

SANTOS, Samuel Nunes dos. Criticismo neotestamentário e os evangelhos enquanto fontes histórico-biográficas para construção de uma Vita de Jesus. Revista Jesus Histórico, v. 1, p. 54-78. 2010.

SANTOS, Samuel Nunes dos. A História e a Biografia no século I d.C. definições, relações e contextualização. História e-História, v. 1, p. 1. 2010.

SANTOS, Samuel Nunes dos . Criticismo neotestamentário e os evangelhos enquanto fontes histórico-biográficas para construção de uma Vita de Jesus. Revista Jesus Histórico, v. 1, p. 54-78. 2010.

SANTOS, Samuel Nunes dos .A História e a Biografia no século I d.C. definições, relações e contextualização. História e-História, v. 1, p. 1. 2010.

SEBASTIANI, Breno Battistin . O Odisseu de Políbio: leituras da Odisséia na Roma cipiônica. Calíope (UFRJ), v. 17, p. 24-37. 2008.

SEBASTIANI, Breno Battistin. Políbio. In: Maurício Parada. (Org.). Os historiadores: clássicos da história. 1 ed. Rio de Janeiro: Editora PUC-RJ / Editora Vozes,v. 1, p. 51-67. 2012.

SEBASTIANI, Breno Battistin. Políbio por Paparrigópoulos. Língua e Literatura (USP), v. 28, p. 113-124. 2011.

SEBASTIANI, Breno Battistin. Três fragmentos de Políbio (IX, 12-26). In: OLIVA NETO, J. A.. (Org.). I Semana de Estudos Helenísticos. São Paulo: Humanitas,  p. 69-103. 2010.

SEBASTIANI, Breno Battistin . Políbio e as causas de uma guerra sem responsabilidade. Revista Eletrônica Antiguidade Classica, v. 1, p. 42-54. 2008.

SEBASTIANI, Breno Battistin . A política como objeto de estudo. Tito Lívio e a reflexão historiográfica romana do século I a.C.. Revista de História (USP), v. 154, p. 297-315. 2006.

SEBASTIANI, Breno Battistin . O conceito ciceroniano de história a partir das definições historiográficas gregas. Phaos (Campinas), v. 6, p. 85-99. 2006.

SEBASTIANI, Breno Battistin . Políbio e o imperialismo romano. Projeto História (PUCSP), v. 30, p. 197-209. 2005.

SEBASTIANI, Breno Battistin. Guerra justa e imperialismo na Roma republicana. Revista de História (USP), São Paulo, v. 148, p. 35-46. 2003.

SILVA, Camilla Paulino.Louvor e estigmatização: a representação de Roma e Egito nos poemas de Horácio. In: CASER, M.M.; COSER, S; LEITE, L. R.; SODRÉ, P.R.. (Org.). Leitor, leitora: literatura, recepção e gênero. Vitória: EDUFES. 2011.

SILVA, Diogo Pereira da.Lactâncio e o topos da historia magistra vitae: uma análise da obra Sobre a Morte dos Perseguidores. Phoinix (UFRJ), v. 17, p. 99-111. 2011.

SILVA, Diogo Pereira daAs perseguições aos cristãos no Império Romano (séc. I-IV): dois modelos de apreensão. Revista Jesus Histórico, v. 7, p. 29-44. 2011.

SILVA, Diogo Pereira daConstantino I e o Politeísmo Greco-Romano: o caso das moedas com a efígie do deus Marte (307-317). Gaia (Rio de Janeiro), v. 8, p. 21-35. 2011.

SILVA, Diogo Pereira da . Os mecanismos de legitimação de Constantino I (306-325). (Dissertação de Mestrado em História Comparada) Rio de Janeiro: UFRJ,. 2010.

SILVA, Diogo Pereira da. As abordagens historiográficas sobre Constantino I (306-337): uma revisão. Revista de História (UFES), v. 25, p. 32-45. 2010.

SILVA, Diogo Pereira da. FLAVIA MAXIMA FAVSTA AVGVSTA: possibilidades e limites de uma biografia histórica. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 20, p. 277-292. 2010.

SILVA, Diogo Pereira da. Ticinum: um estudo da propaganda política de Constantino I. Revista Eletrônica NEARCO, v. 4, p. 57-67. 2009.

SILVA, Diogo Pereira da. Memória e Legitimação: as tipologias monetárias dos spaninos Cláudio Gótico, Constâncio Cloro e Maximiano Hercúleo (317-318). Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 18, p. 279-286. 2008.

SILVA, Diogo Pereira da; MENDES, N. As representações do poder imperial na Tetrarquia (284-305). Phoinix (UFRJ), v. 14, p. 306-328. 2008.

SILVA, Diogo Pereira da. "De Vera Sapientia et Religione": uma análise dos fundamentos do pensamento de Lactâncio. Gaia (Rio de Janeiro), v. 5, p. 98-123. 2008.

SILVA, Diogo Pereira da.  Hierofanias Constantinianas: a teologia política de Constantino I. In: Maria Regina Cândido. (Org.).Roma e as sociedades da Antiguidade: política, cultura e economia.  Rio de Janeiro: NEA/UERJ, v. 1, p. 26-31.. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da . Imagens da pobreza no Império Romano: João Crisóstomo e o clamor por justiça social em Antioquia. In: OLIVEIRA, J. C. M; SELVATICI, M.. (Org.). Textos e representações da Antiguidade: transmissão e interpretações. Maringá: Eduem, v. , p. 53-71. 2012.

SILVA, Gilvan Ventura da. Reflexões sobre a prática da caridade entre os cristãos, pagãos e judeus. Revista Jesus Histórico, v. IV, 6, p. 1-17. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da . Construindo fronteiras religiosas em Antioquia: as homilias "Adversus Iudaeos" de João Crisóstomo e a fixação da identidade cristã. In: TACLA, A. B.; MENDES, N. M.; CARDOSO, C. F. S.; LIMA, A. C. C.. (Org.). Uma trajetória na Grécia Antiga: homenagem à Neyde Theml. Rio de Janeiro: Apicuri, v. 1, p. 265-300. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; CAMPOS, Adriana Pereira (Org.) . A escola e suas cores: cidadania, educação e relações étnicorraciais. Vitória: GM Editora,  v. 1. 108 p.
. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; CAMPOS, Adriana Pereira (Org.) . Os reinos africanos na Antiguidade e Idade Média: uma história para ser (re)contada. 1. ed. Vitória: GM Editora, v. 1. 138 p. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da ; ZARDINI, Thiago Brandão . Conflito político e identidade cultural na Antiguidade Tardia: a imagem de Máximo e Eugênio segundo os testemunhos monetários. Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 120-136,. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; LIMA NETO, Belchior Monteiro de (Org.) . Identidade e fronteiras religiosas no Alto Império romano. Vitória: NPIH Publicações,  v. 1. 88 p.. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; RIBEIRO, L. (Org.) ; CARVALHO, R. (Org.) ; FRANCALANCI, C. (Org.) . Figurações do masculino e do feminino na Antiguidade. 1. ed. Vitória: Ed. PPGL,  v. 1. 107 p. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da . A sinagoga como espaço de sociabilidade entre cristãos e judeus, em Antioquia, segundo João Crisóstomo. In: Eduardo Gusmão de Quadros; Maria da Conceição Silva. (Org.). Sociabilidades religiosas: mitos, ritos e identidades. São Paulo: Paulinas,  v. , p. 33-52. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da . Confrontando o judaísmo e o paganismo: João Crisóstomo e a delimitação das fronteiras religiosas na cidade antiga. In: ROSA, C. B.; TACLA, A. B.; MARQUES, J. B.; MENDES, N. M.. (Org.). A busca do antigo. Rio de Janeiro: Nau,  v. , p. 81-92.. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da . A cristianização do Império Romano: algumas considerações de caráter historiográfico. In: CANDIDO, M. R.; CAMPOS, C. E. C.. (Org.). Práticas religiosas no Mediterrâneo antigo. 1 ed. Rio de Janeiro: Nea/Uerj,  v. , p. 70-87. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da . Exército, Igreja e migrações bárbaras no Império Romano: João Crisóstomo e a revolta de Gainas. In: FUNARI, P. P.; CARLAN, C. P.; SILVA, E. M.; CARVALHO, M. M.. (Org.). História Militar do Mundo Antigo: Guerras e representações. São Paulo: Annablume, 2011, v. II, p. 249-270.. 2011.

SILVA, Gilvan Ventura da . A cartografia do sagrado no fim do Mundo Antigo: João Crisóstomo e a cristianização de Antioquia. Notandum (USP), v. 24, p. 5-20. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da . As relações entre o judaísmo e o cristianismo no Império Romano: uma nova interpretação a partir do paradigma culturalista. História da Historiografia, v. 5, p. 58-70. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da . Um bispo para além da crise: João Crisóstomo e a reforma da igreja de Constantinopla. Phoinix (UFRJ), v. 16, p. 109-127. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da . Sementes da intolerância na Antiguidade Tardia: João Crisóstomo e o confronto com os judeus de Antioquia. Revista de História (UFES), v. 25, p. 1-18. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; CAMPOS, Adriana Pereira (Org.) ; FELDMAN, S. A. (Org.) ; NADER, Maria Beatriz (Org.) ; FRANCO, Sebastião Pimentel (Org.) . A cidade à prova do tempo: vida cotidiana e relações de poder nos ambientes urbanos. Vitória/Paris: GM Editora/ Université de Paris-Est,  328 p. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da . O sentido político da prédica cristã no Império Romano: João Crisóstomo e a reforma da cidade antiga. In: ARAUJO, S. R> R.; ROSA, C. B.; JOLY, F. D.. (Org.). Intelectuais, poder e política na Roma Antiga. Rio de Janeiro: Nau,  p. 235-271. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da . Confrontando o etnocentrismo grego: Libânio e o ensino de latim e de direito no Oriente. In: Terezinha Oliveira. (Org.). História e historiografia da Educação nos clássicos: estudos sobre Antiguidade e Medievo. Dourados: Editora UEMS,  p. 121-144.. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da. A formação dos cidadãos do céu: João Crisóstomo e a christon paideia. Acta Scientiarum (UEM), v. 32, p. 1-10. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da. Jean Chrysostome et la christianisation de la cité antique. Revue française d´histoire des idées politiques, v. 31, p. 39-56. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da ; SOARES, Carolline da Silva . Orígenes e a definição das fronteiras entre o cristianismo e o judaísmo no "Contra Celso". Caminhos da História (UNIMONTES), v. 15, p. 85-100. 2010.

SILVA, Gilvan Ventura da. João Crisóstomo e o enfrentamento com os judeus e judaizantes de Antioquia. Philía (UERJ), v. 23, p. 3-3. 2009.

SILVA, Gilvan Ventura da . Prisioneiras do esquecimento: a representação das mulheres nos livros didáticos de História. Revista de História (UFES), v. 23, p. 45-66. 2009.

SILVA, Gilvan Ventura da . Prosélitos e judaizantes na legislação imperial do século IV. In: Fábio de Souza Lessa; Regina Maria da Cunha Bustamante. (Org.). Dialogando com Clio. 1 ed. Rio de Janeiro: Mauad X,  v. 1, p. 155-173. 2009.

SILVA, Gilvan Ventura da . Filipe, Alexandre e a formação dos reinos helenísticos. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Grécia, Roma e o Oriente: da crise da "pólis" à época helenística (404-31 a.C.). Vitória: Flor & Cultura, 2009, v. 1, p. 37-67. 2009.

SILVA, Gilvan Ventura da . A condenação dos judaizantes nos concílios eclesiásticos do século IV. Phoinix (UFRJ), v. 14, p. 164-188. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) . Conflito cultural e intolerância religiosa no Império Romano. Vitória: GM Editora, v. 1. 104. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; CAMPOS, Adriana Pereira (Org.) ; NADER, Maria Beatriz (Org.) ; FRANCO, Sebastião Pimentel (Org.) ; FELDMAN, S. A. (Org.) . Os impérios e suas matrizes políticas e culturais. 1. ed. Vitória; Paris: Flor & Cultura; Université de Paris-Est. v. 1. 208 p.. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da ; GONÇALVES, A. T. M. . O ensino de História Antiga nos livros didáticos brasileiros: balanço e perspectivas. In: André Leonardo Chevitarese; Gabriele Cornelli; Maria Aparecida de Oliveira Silva. (Org.). A tradição clássica e o Brasil. Brasília: Fortium, v. 1, p. 21-34. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da . Humanismo e tolerância religiosa: é possível aprendermos com os romanos?. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Conflito cultural e intolerância religiosa no Império Romano. 1 ed. Vitória: GM Editora, v. 1, p. 7-17. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da. Religion, identity and conflict in the Later Roman Empire: Constantine and the contention for the dominium mundi (312-324). In: FUNARI, P. P.; GARRAFFONI, R. S; LETALIEN, B.(Org.). New perspectives on the Ancient World. Oxford: Archaeopress/Fapesp, v. 1, p. 227-232. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da . A deposição de João Crisóstomo e a polêmica Império/Igreja na corte de Arcádio e Eudóxia. In: CAMPOS, A. P.; SILVA, G. V. da; NADER, M. B.; FRANCO; S. P.; FELDMAN, S. A.. (Org.). Os impérios e suas matrizes políticas e culturais. 1 ed. v. 1, p. 53-79. 2008.

SILVA, Gilvan Ventura da. História, verdade e justiça em Amiano Marcelino. In: Fabio Duarte Joly. (Org.). História e retórica, ensaios sobre historiografia antiga. 1 ed. São Paulo: Alameda, p. 165-182. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. Ascetismo e disciplina no Baixo Império Romano: a "fabricação" do corpo do anacoreta na História Lausíaca. In: Olga M. M. C. de Souza; Michael Soubbotnik. (Org.). O corpo e suas fic (xa) ções. 1 ed. Vitória: PPGL/MEL, p. 23-37. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. Exército, disciplina e barbárie no Baixo Império: Flávio Vegécio e a defesa das tradições militares romanas. Guerra e paz no Mundo Antigo. 1 ed. Pelotas: Lepaarq, p. 75-86. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. Conflito, paideia e magia no século IV: a concorrência entre os professores nas cidades do Oriente. In: SILVA, G. V. da; FRANCO, S. P.; SIMÕES, R. H.. (Org.). História e Educação: territórios em convergência. 1 ed. Vitória: GM Editora
. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. A África na Antiguidade. In: CAMPOS, A. P. ; SILVA, G. V.. (Org.). Da África ao Brasil: itinerários históricos da cultura negra. Vitória: Flor & Cultura, p. 11-41. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. O cristianismo sob Roma. Leituras da História, São Paulo, p. 38 - 47, 01 jul. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. Educação, filosofia e poder no século IV: Temístio de Bizâncio e a defesa da ação pública dos filósofos na Oratio XXVI. Fênix (Uberlândia), v. 3, p. 1-15. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. Ascetismo, gênero e poder no Baixo Império Romano: Paládio de Helenópolis e o status das devotas cristãs. História (São Paulo), v. 26, p. 63-78. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. As relações de sociabilidade entre judeus e cristãos em Antioquia. Liber Intellectus, v. 2, p. 1-15. 2007.

SILVA, Gilvan Ventura da. A masculinização das devotas no século IV d.C.: Eustácio de Sebaste e as tradições heréticas do ascetismo. In: Gilvan Ventura da Silva; Maria Beatriz Nader; Sebastião Pimentel Franco. (Org.). História, mulher e poder. 1 ed. Vitória: Edufes. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da. A relação Estado/Igreja no Império Romano: séculos III e IV. In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano: perspectiva socioeconômica, política e cultural. 1 ed. Rio de Janeiro / Vitória: Mauad / Edufes. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da. A redefinição do papel feminino na Igreja primitiva: virgens, viúvas, diaconisas e monjas. In: SILVA, G. V. da; NADER, M. B.; FRANCO, S. P.. (Org.). As identidades no tempo: ensaios de gênero, etnia e religião. 1 ed. Vitória: Edufes, p. 321-35. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; MENDES, Norma Musco (Org.) . Repensando o Império Romano; perspectiva socioeconômica, política e cultural. 1. ed. Rio de Janeiro / Vitória: Mauad / Edufes, p.301. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da ; MENDES, Norma Musco . Diocleciano e Constantino: a construção do Dominato. In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano; perspectiva socioeconômica, política e cultural. 1 ed. Rio de Janeiro / Vitória: Mauad / Edufes, p. 193-221. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da ; SILVA, É. C. M. E. . Pobreza, caridade e exclusão social no Império Romano: Gregório de Nazianzo e a representação cristã dos leprosos. In: Maria Teresa Toríbio Brittes Lemos. (Org.). Religião, violência e exclusão. 1 ed. Rio de Janeiro: 7Letras, p. 171-191. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da. Considérations sur l'intolérance religieuse au IVe siècle: à propos de la Ve Oratio de Thémisthius de Byzance. Revue Française D'histoire Des Idées Politiques, Paris, v. 23, p. 3-20. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da ; MARVILLA, M. A. . "De laudibus Constantini" - O discurso de Eusébio de Cesaréia sobre a realeza. Revista de História (UFES), v. 18, p. 384-392. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da. História, festa e poder no Baixo Império Romano: a propósito da Oração à Assembléia dos Santos. História Revista (UFG), v. 11, p. 45-58. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da ; SILVA, É. C. M. E. João Crisóstomo e o Levante das Estátuas em Antioquia: um balanço historiográfico. Revista Ágora, v. 3, p. 1-21. 2006.

SILVA, Gilvan Ventura da. Religião e pensamento político no Mundo Antigo: entre a tradição clássica e a cristã. 1. ed. Vitória: PPGHIS/UFES. 2005.

SILVA, Gilvan Ventura da. A orientalização do Império Romano: aspectos religiosos. In: Ruy de Oliveira Andrade Filho. (Org.). Relações de poder, educação e cultura na Antigüidade e Idade Média. 1 ed. Santana do Parnaíba: Solis, p. 195-208. 2005.

SILVA, Gilvan Ventura da. Imagens do futuro segundo a tradição apocalíptica: o testemunho do Apocalipse de Tomé. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Religião e pensamento político no Mundo Antigo: entre a tradição clássica e a cristã. 1 ed. Vitória: PPGHIS/UFES, p. 2. 2005.

SILVA, Gilvan Ventura da. O nascimento de uma cidade: Constantinopla e sua herança pagã e cristã. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Religião e pensamento político no Mundo Antigo: entre a tradição clássica e a cristã. 1 ed. Vitória: PPGHIS/UFES, p. 59-74. 2005.

SILVA, Gilvan Ventura da. A construção da imagem heróica de Constâncio II na Oratio III de Juliano. Phoinix (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 11, p. 71-89. 2005.

SILVA, Gilvan Ventura da; MARVILLA, M. A. Com este imperador vencerás. Revista Ágora, v. 2, p. 1-60. 2005.

SILVA, Gilvan Ventura da. Humanismo latino e tolerância religiosa. In: Maria Cristina Dadalto; Adilson Villaça. (Org.). Legado do humanismo latino. 1 ed. Vitória: Fondazione Cassamarca, p. 27-47. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da. A África na Antigüidade. In: Gilvan Ventura da Silva; Adriana Pereira Campos. (Org.). História Afro-Brasileira. 1 ed. Vitória: Flor e Cultura, p. 1-22. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da. Representação social, identidade e estigmatização: algumas considerações de caráter teórico. Exclusão social, violência e identidade. 1 ed. Vitória: Flor&Cultura, p. 13-29. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da . Representando a alteridade no Baixo Império: os judeus e a construção de uma identidade romano-cristã. História, Violência e Imaginário Político. 1 ed. Vitória: PPGHIS/UFES, p. 1-9. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; FRANCO, Sebastião Pimentel (Org.) ; LARANJA, Anselmo Laghi (Org.) . Exclusão social, violência e identidade. 1. ed. Vitória: Flor&Cultura, p. 208. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da (Org.) ; CAMPOS, Adriana Pereira (Org.) ; FRANCO, Sebastião Pimentel (Org.) . História, violência e imaginário político. 1. ed. Vitória: PPGHIS/UFES. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da ; SILVA, Érica Cristhyane Morais da . A ação assistencialista e a representação dos judeus no imaginário cristão do século IV. In: Gilvan Ventura da Silva; Adriana Pereira Campos; Sebastião Pimentel Franco. (Org.). História, Violência e Imaginário Político. 1 ed. Vitória: PPGHIS/UFES, p. 1-7. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da. Constâncio e os judeus. Phoinix, Rio de Janeiro, v. 10, n. 0, p. 133-143. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da; MENDES, Norma Musco . As representações do poder imperial em Roma entre o Principado e o Dominato. Revista de história, Vitória, v. 16, p. 241-270. 2004.

SILVA, Gilvan Ventura da. Reis, santos e feiticeiros: Constâncio II e os fundamentos místicos da basileia (337-361). 1. ed. Vitória: Edufes. v. 1. 2003.

SILVA, Gilvan Ventura da. Violência e intolerância religiosa no Baixo Império: os levantes de Constantinopla sob o governo de Constâncio II (337-361). Phoinix (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 9, p. 128-150. 2003.

SILVA, Gilvan Ventura da. Constâncio II, o Anticristo: Hilário de Poitiers e a construção da imagem imperial. Revista de história, Vitória, v. 15, n. 0, p. 219-235. 2003.

SILVA, Gilvan Ventura da. Augurum et vatum prava confessio conticescat: Constâncio II e a legislação contra os aspaninhos e feiticeiros. Justiça & história, Porto Alegre, v. 2, p. 149-183. 2002.

SILVA, Gilvan Ventura da. Romanização, identidade e resistência: a revolta dos isaurianos em 354. Phoinix (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 8, n. 0, p. 170-184. 2002.

SILVA, Gilvan Ventura da. Reis, santos e feiticeiros: Constâncio II e os fundamentos místicos da basileia. ( Doutorado em História Econômica.). São Paulo: USP. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . Memória, história e historiografia em torno do Baixo Império Romano. Pós-história, Assis, v. 9, p. 71-91. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . Um exemplo de polêmica religiosa no século III d.C.: a oposição Ísis X Atargatis. Revista de História (UFES), Vitória, v. 9, p. 27-39. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da. Política, ideologia e arte em Roma: Horácio e a criação do Principado. Politéia (Vitória da Conquista), Vitória da Conquista, v. 1, p. 29-51. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . O fim do Mundo Antigo: uma discussão historiográfica. Mirabilia, Brasil, v. 1, p. 1-10. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . Simplificações e Livro Didático: um estudo a partir dos conteúdos de História Antiga. Hélade (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, v. Esp., p. 19-24. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . A comunicação política no Baixo Império Romano. Revista de História (UFES), Vitória, v. 12, p. 205-212. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . Constâncio II e os rituais da 'basileia'. Phoinix (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 7, n. 2001, p. 19-27. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da ; GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Algumas reflexões sobre o conteúdo de História Antiga nos livros didáticos brasileiros. História & Ensino (UEL), Londrina, v. 7, p. 123-141. 2001.

SILVA, Gilvan Ventura da . Intolerância e conflito religioso no Baixo Império Romano: Constâncio II e a perseguição aos nicenos em Alexandria. Boletim do CPA, Campinas, v. 11, p. 97-120. 2001.

SILVA, Lorena Pantaleão.O riso recai sobre as Matronas o caso de Juvenal. História e-História, v. 1. 2010.

SILVA, Lorena Pantaleão. Mulheres romanas e o riso: um estudo das sátiras de Juvenal. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. 2008.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. Política e Retórica na Grécia Antiga: uma leitura da biografia plutarquiana de Alcibíades. Revista Historiae, v. 2, p. 153-164. 2011.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. "Quaestiones convivales": a ordem do banquete em Plutarco. In: Fábio Vergara Cerqueira e Maria Aparecida de Oliveira Silva. (Org.). Ensaios sobre Plutarco. Leituras Latino-Americanas. 1 ed. Pelotas: Edufpel. 2010.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. Gregos e egípcios em Plutarco: considerações sobre o tratado "Ísis e Osíris". In: Margaret Marchiori Bakos, Julia Silveira Matos e Gregory da Silva Balthazar. (Org.). Diálogos com o Mundo Faraônico. 1 ed. Rio Grande: Editora da FURG. 2010.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira.  Plutarco e a tradição cultural grega no Império. História em Reflexão, v. 4, p. 1-14. 2008.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira . Plutarco e os romanos: debates e perspectivas bibliográficas. Politéia (UESB), v. 9, p. 21-35. 2008.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. A Segunda Sofística: movimento, fenômeno ou exagero?. Praesentia - Revista Venezolana de Estudios Clásicos, v. 8, p. 1-23, . 2007.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. Práticas de Educação na Antigüidade: um olhar sobre a "Paidéia" de Plutarco. Travessias: Pesquisas em Educação, Cultura, Linguagem e Arte (UNIOESTE), v. 1, p. 1-24. 2007.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. Plutarco e a participação feminina em Esparta. Saeculum (UFPB), v. 12, p. 11-21. 2005.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira.  "Erotikós": a concepção plutarquiana de amor e de prazer no casamento. Boletim do CPA (UNICAMP), v. 19, p. 185-202. 2005.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. A política do poder: o exército na Era de Augusto. Tempos Históricos (EDUNIOESTE), v. 7, p. 117-130. 2005.

 SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. Plutarco e a biografia de Esparta. Politéia (Vitória da Conquista), v. 4, p. 83-103. 2004.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. A biografia antiga: o caso de Plutarco. Métis (UCS), Caxias do Sul, v. 2, n. 3, p. 23-34. 2003.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. Plutarco e o uso das fontes nas biografias espartanas. História Revista (UFG), Goiânia, v. 6, n. 2, p. 71-85. 2001.

SILVA, Maria Aparecida de Oliveira. A História Antiga e a Produção Acadêmica do Departamento de História da Universidade de São Paulo. Hélade (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, v. 1, p. 51-54. 2001.

SILVA, Semírames Corsi. Aspectos do Ensino de História Antiga no Brasil: algumas observações. Alethéia: Revista de Estudos sobre Antiguidade e Medievo, v. 1, p. 146-155. 2010.

SILVA, Semírames Corsi. O contexto geográfico-cultural apresentado na Apologia de Apuleio: a África Romana no II século d.C. Revista Eletrônica Antiguidade Clássica, v. 005, p. 38-58. 2010.

SILVA, Semírames Corsi. O Principado Romano sob o Governo de Otávio Augusto e a Política de Conservação dos Costumes. Crítica & Debates - Revista de História, Cinema e Educação, v. 1, p. 1-17. 2010.

SILVA, Semírames Corsi. Representações da Religiosidade Romana no II século d.C. Oracula (UMESP), v. 11, p. 118-135
. 2010.

SILVA, Semírames Corsi. História de Gênero e Império Romano: Mulher na poesia de Horácio (65-8 a.C.). Revista Chrônidas, v. Ed. 3, p. 60-80. 2009.

SILVA, Semírames Corsi.A aristocracia romano-africana do século II d.C. no discurso Apologia de Apuleio. Alétheia - Revista de estudos sobre Antiguidade e Medievo, v. 2/2. 2009.

SILVA, Semírames Corsi. Apuleio e a magia em Roma no II século d.C. História e-História, v. 1. 2008.

SILVA, Semírames Corsi. Relações de poder em um processo de Magia no século II d.C. Uma análise do discurso Apologia de Apuleio. Dissertação de conclusão de Mestrado em História da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP.. 2006.

SILVA, Semírames Corsi. A imagem da mulher feiticeira como uma expressão da diferença de gênero em Roma: os poemas de Horácio e Ovídio. Klepsidra / Revista Virtual de História, v. 27, p. 1. 2006.

SILVA, Semírames Corsi. Práticas de magia e universo feminino: feiticeiras romanas na obra do poeta Horácio (65 -8 a.C.). Orientador: Maria Celeste Fachin. Monografia de Graduação na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP.. 2003.

SILVA, Semírames Cursi. Universo mágico em Roma: representações e práticas de feitiçaria. Ensaios de História (Franca), Franca/SP, v. 9, n. 1/2, p. 75-95. 2004.

SILVA, Semíramis Corsi. Uma análise da elaboração e da estrutura retórica do discurso Apologia de Apuleio (II século d.C.). In: Terezinha Oliveira; Elizabete Custódio da Silva Ribeiro. (Org.). Pesquisa em Antiguidade e Idade Média. Olhares Interdisciplinares. Maringá: EDUEM, v. III, p. 135-147. 2009.

SILVA, Semíramis Corsi. A filosofia médio-platônica de Apuleio e o papel do filósofo romano no II século d.C.. In: Terezinha Oliveira, Angelita Marques Visalli. (Org.). Pesquisas em Antiguidade e Idade Média. Olhares Interdisciplinares. São Luís: Editora da UEMA, 2007, v. I, p. 251-263.. 2007.

SILVA, Uiran Gebara da. Os Modo(s) de produção asiático(s) e o Orientalismo em Marx. Revista de Estudos Orientais, v. 8, p. 44-56. 2011.

SILVA, Uiran Gebara da. Que Mundo Latino?. Notícia Bibliográfica e Histórica (PUCCAMP), v. 51, p. 39-47. 2009.

SILVA, Uiran Gebara da. Antiguidade Tardia Como Forma Da História. Anos 90 (UFRGS. Impresso), v. 16, p. 44-80. 2009.

SILVA, Uiran Gebara da. Autobiografia e História: As transformações no ocidente romano no século V d.C. na obra de Paulino de pella. (Mestrado em História Social). São Paulo: USP. 2005.

SOARES, Carolline da Silva. A defesa da identidade grecorromana com base na obra Alethes Logos, de Celso. In: Gilvan Ventura da Silva; Belchior Monteiro Lima Neto. (Org.). Identidade e fronteiras religiosas no Alto Império Romano. 1 ed. Vitória: NPIH,  v. 1, p. 73-86
. 2011.

SOUZA, Alice Maria de . O conceito de identidade na obra de Veléio Patérculo (século I d.C.). Revista Chrônidas, v. 1, p. 08. 2009.

SOUZA, Alice Maria de . Do silêncio das mulheres à voz de Cornélia Semprônia. História e-História, v. 1, p. 1-3. 2007.

SOUZA, Eduarda Angelim Soares. História Antiga e prática docente no Ensino Fundamental. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado e Licenciatura Plena em História) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2008.

SOUZA, Maria Isabel Brito de.Gênese do cristianismo e a pregação de Paulo aos não circuncidados. In: Andrea Lúcia Dorini de O.C. Rossi. (Org.). Migrações e Imigrações entre Saberes, Culturas e Religiões no Mundo Antigo e Medieval. 1 ed. Assis: FCL-Assis-UNESP-Publicações,v. 1, p. 69-78. 2009.

SOUZA, Maria Isabel Brito de. Gênesis do cristianismo: identidades e alteridades do judaísmo do I século (Mestrado em História) - UNESP. 2009.

TAVARES, Wendryll José Bento; GONÇALVES, Ana Teresa Marques. Ritos funerários e poder político: relendo a obra de Dion Cássio. In: SOUZA, A. M de; GONÇALVES, A. T. M; MATA, G. M. da. (Org.). Dinâmicas socioculturais na Antiguidade e Mediterrânica: memórias, identidades, imaginários sociais. 01 ed. Goiânia: Ed. da Puc, v. 01, p. 229-252

. 2011.

TEIXEIRA, Ivana Lopes. As artes e a cidade de Roma na Enciclopédia de Plínio. (Doutorado em História Social). São Paulo: USP. 2008.

TEIXEIRA, Ivana Lopes. O discurso narrativo nos baixos-relevos imperiais romanos: a Coluna de Trajano. (Mestrado em Arqueologia). São Paulo: USP. 2001.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. Estoicismo e imperium: a uirtus do homem político romano. Acta Scientiarum (UEM) (Cessou em 2002), v. 33, p. 175-181. 2011.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. (Org.) História Antiga I: fontes e métodos. 1. ed. Maringá: EDUEM. 2010.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto (Org.) . Antiguidade oriental e Clássica: economia, sociedade e cultura. 1. ed. Maringá: EDUEM. 2010.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto.A educação na Antiguidade Clássica: Roma. In: Ruth Izumi Setoguti. (Org.). Fundamentos históricos da educação. 2 ed. Maringa: EDUEM,  v. 3, p. 73-94. 2009.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. O historiador do presente e o mundo antigo romano: spanergências e permanências. In: Terezinha Oliveira. (Org.). Antiguidade e Medievo: olhares histórico-filosóficos da educação. 1 ed. Maringá: EDUEM,p.85-93. 2008.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. As palavras e as idéias: o poder na Antigüidade. Diálogos, UEM /DHI, v. 9, n. 2, p. 143-156. 2005.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. Relações de Poder em Roma: patronato e clientela. Classica, São Paulo, v. 11/12, p. 297-306. 2001.

VENTURINI, Renata Lopes Biazotto. Amizade e política em Roma: o patronato na época imperial. Acta Scientiarum, Maringá, v. 23, n. 1, p. 215-222. 2001.

VIEIRA, Dominique. Eblas alia euxropa historio: pri keltoj, kelteco, keltologio.. Scienca Revuo, v. 61, p. 67-73. 2010.

VIEIRA, Dominique. Uma Resposta à Questão do Esperanto como Proposta de Língua Universal Sob a Ótica da Problemática das Identidades. Revista de Letras (Curitiba. 1996), v. 13, p. 1-15. 2010.

VIEIRA, Dominique. Uma análise da historiografia que aborda a vida de patrício: J. B. Bury (1905); R. P. C. Hanson (1968, 1978); E. A. Thompson (1986). Revista eletrônica história em reflexão (UFGD), v. 3, p. 1-17. 2009.

VIEIRA, Dominique. Patrício: a construção da imagem de um santo. Revista Chrônidas, v. 1, p. 39-47. 2009.

VIEIRA, Dominique. A escravidão entre os Celtas: reflexões a partir das Cartas de São Patrício. Aletheia Revista, v. 1, p. 1. 2008.

VIEIRA, Ivan Neto ; OLIVEIRA, R. S. M. Religiosidades romanas e sincretismo helenístico: uma análise sobre os mitos e cultos de mistérios. In: SOUZA, A. M.; GONÇALVES, A. T. M.; DA MATA, G. M.. (Org.). Dinâmicas Socioculturais na Antiguidade Mediterrânica: memórias, identidades e imaginários sociais. 1a. ed. Goiânia: Ed. PUC-GO,  v. , p. 253-276. 2011.

VIEIRA, Ivan Neto. A religião funerária na Grécia Antiga: concepções a respeito da alma e da vida no além. Alethéia (Goiânia), v. 3, p. 173-181. 2010.

VIEIRA, Ivan Neto. Filosofia, religião e misticismo na Antiguidade Tardia: Plotino, Porfírio e Jâmblico e as diferentes nuances do neoplatonismo. Revista Archai: Revista de Estudos sobre as Origens do Pensamento Ocidental, v. 5, p. 129-136. 2010.

VIEIRA, Ivan Neto; Gonçalves, Ana Teresa Marques. Religião e magia na Antiguidade Tardia: do helenismo ao neoplatonismo de Jâmblico de Cálcis. Revista de História (UFES), v. 25, p. 4-17. 2010.

VIEIRA, Ivan Neto . O êxtase neoplatônico: a experiência do sagrado na filosofia tardo-antiga. Revista Chrônidas, v. 3, p. 112-122. 2009.

VIEIRA, Ivan Neto . A compreensão mística na obra de Jâmblico de Cálcis. Mirabilia, v. 7, p. 22-28. 2007.

VIZENTIN, Marilena. A Presença de Alexandre, o Grande entre os Romanos: Tradição Textual e Fortuna Imagética. In: Leia da Costa Aguiar e Oswaldo Fontes Filho. (Org.). O Olhar do Texto. 16 Ensaios em torno do Diálogo Texto-Imagem. São Paulo: Algol. 2009.

VIZENTIN, Marilena. Imagens do Poder em Sêneca: Estudo sobre o "De Clementia". 1. ed. Cotia - SP: Ateliê Editorial . 2005.

VIZENTIN, Marilena. A Estrutura do De Clementia, de Sêneca. In: Marcos Antônio Lopes. (Org.). Grandes Nomes da História Intelectual. São Paulo: Contexto. 2003.

ZARDINI, Thiago Brandão; SILVA, G. V. Conflito político e identidade cultural na Antiguidade Tardia: a imagem de Máximo e Eugênio segundo os testemunhos monetários . Mneme (Caicó. Online), v. 12, p. 30. 2011.

ZARDINI, Thiago Brandão ; PEREIRA, F. C. C. ; SILVA, G. V. ; ENTRINGER, G. . A política religiosa de Teodósio no confronto com Máximo e Eugênio. In: Gilvan Ventura da Silva. (Org.). Conflito Cultural e intolerância religiosa no Império Romano. Vitória: GM Gráfica e Editora, v. 9, p. 87-103. 2008.

ZARDINI, Thiago Brandão. Imagens da alteridade no Baixo Império: os judeus e a construção de uma identidade romano-cristã. (Graduação em História). Espirito Santo: UFES. 2005.